Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 fecha em queda ligeira


“Na véspera do dia de Santo António, fez-se jus ao ditado popular que “não há duas sem três”, pois o comportamento dos principais índices na Europa, com excepção do Ibex35, fecharam em terreno negativo, respeitando assim a tendência da semana”, refere José Barroso, da Popular Gestão de Activos. A praça de Madrid valorizou 0,43%, enquanto Londres recuou 0,64%, Frankfurt desceu 0,96% e Paris caiu 0,44%.

A contribuir para esta desvalorização na Europa “esteve a incerteza que está a perturbar os mercados sobre qual o futuro do programa de estímulos nos EUA e, no curto prazo, não se esperam alterações a esta situação pois, enquanto não houver esclarecimentos, deveremos ter este factor como principal contribuidor para as performances das bolsas”, sublinha. Além disso, “hoje, adicionalmente, tivemos também os desentendimentos na coligação do governo grego, após o encerramento da televisão estatal, pondo em causa a estabilidade governativa naquele país que esteve no epicentro da crise da dívida periférica”.

Na NYSE Euronext Lisbon, o PSI 20 desceu 0,03% para 5.765,21 pontos, com 13 títulos positivos, seis negativos e um inalterado, a Sonaecom, que encerrou a cotar a 1,548 euros. Ainda na área de telecomunicações, a Zon Multimédia subiu 3,44% para 3,519 euros e a Portugal Telecom progrediu 1,58% para 3,22 euros.

Entre as energéticas, a EDP e a EDP Renováveis terminaram a sessão com ganhos, a subir 0,08% e 0,73%, respectivamente, para 2,521 euros e 3,73 euros, a REN avançou 0,45% para 2,22 euros, tendo a Galp Energia caído 0,72% para 12,355 euros.

Na banca, a tendência foi mista, com BES a fechar em queda de 1,64% para 0,72 euros, BCP a perder 1,98% para 0,099 euros, BPI a somar 0,1% para 0,973 euros e Banif a valorizar 2,08% para 0,098 euros.

A Jerónimo Martins viveu também uma sessão positiva, ao subir 0,25% para 16,01 euros.

O Mais Lido

Próximos eventos