Tags: Obrigações | Ações |

PSI-20 fecha a sessão a cair 0,7%


O índice de referência nacional fechou a sessão de hoje a cair 0,07% para os 6.353,78 pontos, com a queda dos pesos-pesados a influenciaram o resultado bolsista. Nas praças europeias o sentimento foi misto, com Madrid em movimento ascendente (subiu 0,26%), tal como Frankfurt (0,1%). Do lado oposto aparece Paris que viu o seu valor descer 0,5%.

A Mota-Engil continua a brilhar na praça nacional, ao subir no dia de 6,26%. Nos últimos três dias de negociação a empresa liderada por António Mota já viu a sua cotação subir mais de 20%, passando dos 3,61 para os 4,34 euros, valor com que fechou o dia de hoje.

Em terreno positivo também se destacaram a Semapa (1,54% para 7,84 euros), a Sonae Indústria (1,59% para 0,64 euros), a Sonae (0,09% para 1,09 euros) e a Zon Optimus (1,04% para 5,35 euros).

Banca a pender para o verde

No sector bancário, a tendência não foi definida. A instituição liderada por Fernando Ulrich valorizou 0,26% para os 1,15 euros. Já o BCP cresceu perto de 1% para os 11,5 cêntimos. Já o BES fechou a sessão nos 0,98 euros depois de ter visto o seu valor aumentar 0,72%.

Pesos-pesados afundam o índice

12 das 20 cotadas viram o seu valor descer no dia de hoje. A puxar o índice para baixo tiveram os pesos-pesados do índice nacional. A EDP caiu 0,64% para os 2,78 euros. Já a Galp Energia deslizou 0,08% para os 12,04 euros enquanto a dona do Pingo Doce desvalorizou 0,81% para 14,78 euros. A Portugal Telecom resvalou 0,47% para fechar a sessão a cotar nos 3,20 euros.

Para Marisa Cabrita, da Orey Financial, “as praças europeias terminaram a sessão em terreno negativo, penalizadas pela queda inesperada da confiança dos consumidores americanos no mês de Novembro para mínimos de sete meses . O PSI20 encerrou a sessão a cair 0.07% penalizado pelas quedas do Banif que deslizou 4.05% e da Ren que caiu -2.29%. A liderar as subidas esteve a Mota-Engil que somou 6.26%, atingindo assim valores de Outubro de 2009, impulsionada pelos resultados divulgados na semana passada e expectativas de OPV da sua subsidiaria africana no mercado londrino. “

Profissionais
Empresas

O Mais Lido

Próximos eventos