Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 encerra valorizar 0,70%


Num cenário de quedas europeias, o índice português encerrou a crescer 0,70% para os 6.473,650 pontos. Madrid desvalorizou 0,53%, Paris 1,04% e Frankfurt 0,88%.

Francisco Almeida, Orey Fiancial, refere que “a bolsa portuguesa terminou positiva em contra ciclo com as praças europeias, que a meio do dia reverteram dos ganhos e acabaram no vermelho. O índice PSI-20 fechou a subir 0,70% com o principal destaque para o Banco Comercial Português ao fechar a subir 4,44%. O BCP ultrapassou os 15 cêntimos durante a sessão de hoje, e regista praticamente uma subida de 100% em 2013”.

Na NYSE Euronext Lisboa foram 13 as empresas cotadas a valorizarem , 6 a caírem e uma a manter os mesmos resultados da sessão anterior.

A banca voltou a ter um final de sessão positivo. A maior valorização do dia foi protagonizada pelo BCP que cresceu 4,44% para os 0,148 euros. O BPI cresceu 1,28% e o BES 0,69%. O Banif por seu lado cresceu 1,28% para os 1,189 euros.

Na energia a EDP caiu 0,11% para os 2,687 euros, enquanto a EDP renováveis desvalorizou 0,03% para os 3,750 euros. A Galp energia manteve os mesmos resultados da sessão anterior, enqianto a REN conseguiu valorizar 1,35%.

As telecomunicações recuperaram do final de sessão de ontem. A Zon optimus conseguiu crescer 0,61% para os 5,284 euros, enquanto a Sonaecom valorizou 1,32% para os 2,530 euros. A PT valorizou quase 1% para os 3,280 euros.

A Jerónimo Martins desvalorizou 0,17% para os 14,500 euros, enquanto a concorrente Sonae SGPS conseguiu valorizar 0,58% para os 1,045 euros.

Profissionais
Empresas

O Mais Lido

Próximos eventos