Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 encerra a cair em início de semana


O índice português caiu 0,46% para os 5.997,460 pontos, enquanto nas restantes congéneres europeias apenas Paris encerrou no verde crescendo 0,03%. Madrid caiu 0,41% e Frankfurt 0,36%.

Ricardo Almeida, da Patris Gestão de Ativos, considera que os "mercados accionistas europeus com desempenho relativamente contido, num enquadramento global marcado pelas preocupações com o desacordo relativo ao orçamento federal dos Estados Unidos, bem como pela aproximação iminente da data estimada (meados de Outubro) para se atingir o chamado “tecto da dívida” do governo norte-americano. PSI20 pressionado pelo mau desempenho da Jerónimo Martins, que continua a deixar os investidores receosos perante as possíveis consequências na rentabilidade do negócio na Polónia num contexto concorrencial mais agressivo". 

Na NYSE Euronext Lisboa foram 5 as empresas cotadas a subirem, 12 a caírem e 3 mantiveram os seus resultados inalterados.

No setor bancário foram duas as empresas a  conseguirem valorizar: o BCP e o BES, que cresceram 1,01% e 1,21% respetivamente. O Banif manteve os mesmos resultados da última sessão, enquanto o Banif caiu 9,09% para os 0,010 euros.

Na energia o final de sessão não foi positivo, já que apenas a EDP Renováveis conseguiu subir 0,45% para os 3,800 euros. A EDP caiu 1,59% para os 2,545 euros e a Galp Energia 0,24% para os 12,400 euros. A REN também encerrou a desvalorizar 1,04% para os 2,180 euros.

Nas telecomunicações a tendência também foi de queda, e apenas a Sonaecom conseguiu valorizar 0,47% para os 2,160 euros. A Zon Optimus caiu 0,21% caiu para os 4,700 euros. A PT, por seu lado, desvalorizou 0,61% para os 3,439 euros.

As retalhistas tiveram desfechos distintos nesta segunda-feira. A Sonae SGPS conseguiu segurar-se no verde crescendo 0,11%, enquanto a Jerónimo Martins registou uma das maiores quedas da sessão, de 2,23% para os 14,040 euros. 

Profissionais
Empresas

O Mais Lido

Próximos eventos