Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 desvaloriza com EDP a perder mais de 3%


 

Entre as congéneres da bolsa portuguesa, Paris foi excepção ao subir 0,78%, enquanto Londres desceu 0,5%, Frankfurt perdeu 1,05% e Madrid recuou 0,71%, com dados que economias da Zona Euro (como a portuguesa) e a do Japão contraíram mais que o esperado, num dia em que a Renault valorizou com resultados melhores que o esperado e nos EUA os pedidos de subsídio de desemprego decresceram.

Na NYSE Euronext Lisbon, o PSI 20 caiu 0,78% para 6.169,80 pontos, com oito títulos positivos e 12 negativos. A EDP protagonizou a queda mais acentuada do dia – numa sessão em que a negociação das acções chegou a estar suspensa -, ao recuar 3,18% para 2,345 euros; a Parpública anunciou hoje a venda da participação de cerca de 4% que ainda detinha na Energias de Portugal.

Ainda no sector energético, a Galp desceu 0,34% para 11,9 euros, a REN perdeu 0,21% para 2,33 euros, tendo a EDP Renováveis fechado com um ganho de 0,13% para 3,975 euros.

Entre os títulos da área de tecnologia e telecomunicações, a Portugal Telecom e Sonaecom encerraram a valorizar, com subidas de 0,39% e 3,87%, respectivamente, para 4,116 euros e 1,555 euros, enquanto a Zon Multimédia fechou em queda de 1,46% para 3,498 euros.

Sessão negativa viveu também a Jerónimo Martins, ao desvalorizar 0,22% para 15,695 euros.

No sector financeiro, o BPI caiu 0,84% para 1,3 euros, o BCP perdeu 2,75% para 0,106 euros, o BES desceu 1,54% para 1,022 euros e o Banif recuou 0,72% para 0,137 euros, enquanto o ESFG contrariou a tendência negativa e fechou com uma valorização de 1,01% para 5,185 euros.

O Mais Lido

Próximos eventos