Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 de novo a cair no início da semana


O índice português voltou ao vermelho, caindo 0,56 % para os 5.977,120 pontos. Na mesma tendência estiveram as restantes praças europeias. Madrid encerrou a desvalorizar 0,42% e Paris 0,06%. Mais positiva, a praça de Frankfurt segurou-se no verde subindo 0,22%.

Ricardo Almeida, da Patris Gestão de Activos, destacou também “a queda superior a 2% do índice de referência de Itália; queda esta associada ao surgimento de alguma incerteza quanto à sustentabilidade do actual governo italiano”. Quanto ao índice nacional Ricardo Almeida sublinhou que “o PSI20 fechou negativo prejudicado pelo desempenho dos bancos, tendo a PT conseguido evitar uma correcção maior do índice ao valorizar mais de 1%”.

Na NYSE Euronext Lisboa, foram 6 as empresas cotadas a valorizar, enquanto 14 encerraram no vermelho.

O sector da banca foi dos mais nocivos para este final de sessão de hoje. Todas as empresas desvalorizaram, à excepção do Banif que valorizou 9,09% para os 0,012 euros. A maior queda de hoje pertenceu ao BCP que caiu 1,94% para os 0,101 euros. O BES e o BPI tiveram uma desvalorização igual de 1,78%

No sector da energia o cenário foi idêntico, com a Galp Energia a ser a única empresa a não desvalorizar, crescendo 0,16% para os 12,820 euros. A REN caiu 0,63% para os 2,200 euros, a EDP 0,33% para os 2,690 euros e a EDP renováveis desvalorizou 0,34% para os 3,794 euros.

Mais positivo foi o sector das telecomunicações: apenas a Zon Multimédia fechou a cair 1,12% para os 4,230 pontos. A Sonaecom conseguiu subir 0,66% para os 1,818 euros, enquanto a PT valorizou 1,19% para os 2,904 euros.

Também para as retalhistas o final de sessão não foi animador. A Jerónimo Martins caiu 0,32% para os 15,420 euros, enquanto a Sonae SGPS resgistou uma queda de 1, 87% para os 0,839 euros.

O membro da Patris referiu ainda que a “liquidez reduzida na sessão de hoje, está em linha com a padrão sazonal habitual, mas potenciada pelo facto de a bolsa de Londres estar encerrada no seguimento de um feriado no Reino Unido”.

Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos