Produtos high yield reforçam posição no top dos mais subscritos


O quarto mês do ano pautou-se por escolhas muito específicas, no que toca aos fundos estrangeiros mais subscritos nas plataformas nacionais.  Ainda que as ações continuem a ser uma componente forte na lista dos mais subscritos, realça-se a procura de risco também via produtos high yield.  

Do Banco Best é reforçada precisamente esta tendência. Rui Castro Pacheco, head of asset management da entidade, indica que "os fundos mais subscritos este mês são encabeçados pelo já habitual fundo de obrigações globais High Yield gerido pela Axa". Ainda referentes ao tema high yield, "e juntando a distribuição de rendimentos mensais, aparecem os fundos da Pictet, mais virado para emissões euro, e da Allianz, mais focado nos EUA", diz o responsável. No top destaca-se também "um quarto fundo de obrigações , que também já não é novidade, e que é o fundo gerido de forma dinâmica e flexível pela Jupiter, o Jupiter Dynamic Bond". 

A "história" do mês de abril no ActivoBank é muito semelhante. João Graça, da entidade, explica que no quarto mês do ano, "à semelhança de março, assistimos a uma procura de sectores específicos, como o mercado Europeu e os mercados de Obrigações Corporate e High Yield, por contrapartida de fundos de Mercados Emergentes". O profissional denota ainda uma "busca mais criteriosa dos nossos clientes por sectores ou mercados onde o potencial ainda seja interessante", destacando-se assim "os mercados de Obrigações Corporate e High Yield". No mercado acionista, "a Europa (Zona euro) e os EUA garantem a preferência dos clientes", refere o especialista. 

No Banco Best destaca-se no entanto a predominância dos fundos de ações no top dos mais subscritos, que ocupam “6 posições entre os 10 do top”, diz Rui Castro Pacheco, que prossegue indicando que “a lista se inicia pelo já conhecido Alken European Opportunities, gerido pela boutique especialista do Reino Unido que apenas gere ações europeias e nada mais”. Também gerida pela mesma entidade, “uma segunda estratégia que têm e que aproveita a sua análise quando esta termina em empresas que consideram estar caras e que aproveitam para entrar em posições curtas, mantendo as posições longas nas suas preferidas”, é o Alken Absolute Return, que “consegue assim um perfil de menor risco/retorno ainda que esteja investido nos mercados de ações europeus”.

A novidade deste mês na plataforma é “o fundo gerido pela Franklin Templeton que investe no Médio Oriente e Norte de África (MENA)”.  “Já habituais, mantêm-se na lista os Fidelity Iberia, que aposta na recuperação das economias e empresas da península ibérica, o Schroder European Dividend Maximizer, que investe em ações europeias e adiciona o objetivo de distribuir 2% de rendimento trimestral (8% anual) e o Franklin Biotechnology Discovery, que procura as empresas capazes de liderar a descoberta de novas terapias e medicamentos”, conclui o head of asset management do Banco Best. 

 

TOP TEN DOS FUNDOS ESTRANGEIROS MAIS SUBSCRITOS EM ABRIL

 

 

ActivoBank

Banco Best

1

Fidelity funds European High Yield A

AXA World Funds Global High Yield Bonds E Capitalisation EUR hedged (95%)

2

UBS (Lux) SF Balanced (Eur) N ACC

Alken Fund European Opportunities-A

3

Sisf Euro Equity B

Franklin MENA Fund N Acc €-H1

4

PIMCO GIS High yield Bond Acc Eur Hed E

Jupiter JGF Dynamic Bond L EUR Inc

5

Parvest Equity USA N

Fidelity Funds - Iberia Fund E-Acc-EUR

6

Fidelity Funds Euro balanced A

Schroder International Selection Fund European Dividend Maximiser B Dis

7

Fidelity Funds Euro Bond A

Pictet-EUR High Yield-R dm

8

MSS Euro Corporate Bond B

Alken Absolute Return Europe A

9

Fidelity Funds Iberia E

Franklin Biotechnology Discovery N Acc $

10

UBS (Lux) SF yield (EUR) N Acc

Allianz US High Yield AM (H2-EUR) EUR

Nota: A notícia não contempla informação do Banco BiG, dado que esta não foi atempadamente fornecida. Logo que possível a notícia será atualizada. 

Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos