Private equity e venture capital: atividades continuam ágeis nos meses já decorridos do ano


O dinamismo do mercado português continua a ser atestado pela Transactional Track Record (TTR). Segundo o que o serviço reporta no último documento de agosto, tanto no mês como no acumulado no ano há números positivos apontar.

No campo das fusões e aquisições no oitavo mês do ano registaram-se 7 transações que movimentaram 832,50 milhões de euros. No acumulado de 2015, ou seja entre janeiro e agosto, ascendem a 139 as transações efetuadas, movimentando 10.739,80 milhões de euros, entre anunciadas e concluídas, incluindo a aquisição de ativos e tendo em contas operações com valor divulgado, segundo o Relatório Mensal Ibérico TTR. 

 O valor movimentado até ao momento, a este nível, é já superior ao montante transacionado em todo o ano de 2014, estando cada vez mais perto dos 12.201,90 milhões de euros movimentados no ano completo de 2013.  Entre janeiro e agosto os subsectores mais dinâmicos no mercado português são: Imobiliário, Financeiro e Seguros, Tecnologia, e Internet, respectivamente.

No que diz respeito às aquisições realizadas por empresas estrangeiras em Portugal, continuam a ser as empresas espanholas as mais ativas desde o início do ano até agosto, com 11 aquisições realizadas. No segundo posto dos países mais dinâmicos, estão os Estados Unidos, com 9 aquisições em território português, antecedendo a França que conquista no ano 7 aquisições. No que diz respeito aos países que realizaram os maiores investimentos em empresas lusas, destacam-se as companhias do Luxemburgo, como maiores investidores, movimentando até agora 5.802 milhões de euros. Seguem-se as norte-americanas, com um investimento de 728,70 milhões de euros.

Em sentido contrário, ou seja, no que diz respeito às empresas portuguesas que adquirem empresas estrangeiras, entre janeiro e agosto, o saldo total é de 11 compras em território estrangeiro. O Brasil é o destino onde as empresas portuguesas mais realizaram investimentos, com 4 aquisições. Seguem-se França (3 aquisições) e Espanha (2 aquisições).  

No acumulado do ano, de janeiro a agosto de 2015, as empresas portuguesas já realizaram 11 compras em território estrangeiro.  O Brasil foi o país onde as empresas lusas mais realizaram investimentos com 4 aquisições, seguindo pela França com 3 aquisições, e pela Espanha com 2 aquisições.

Private Equity e Venture Capital: áreas ativas no ano

No que diz respeito à área de private equity, da TTR indicam que nos oito meses decorridos no ano são 16 as transações que envolvem este tipo de empresas. O volume movimentado por estas operações foi de 262 milhões de euros.

Já no campo do venture capital, as transações registadas ascendem a 19 e movimentaram 19,50 milhões de euros. Em termos de sectores, é a tecnologia que impera na atratividade.

Transação destacada no mês: venda da Torre Ocidente do Colombo

Na habitual transação destacada no mês, a TTR aponta a dimensão da venda realizada pela Iberdrola Inmobiliaria - do Grupo CGD - dos edifícios da Torre Ocidente que faz parte do complexo das Torres Colombo, em Lisboa. O valor da transação foi de aproximadamente 80 milhões de euros. Na assessoria jurídica estiveram a Guarrigues Portugal e a e Uría Menéndez - Proença de Carvalho. Participaram ainda como assessores empresa de consultoria e assessoria imobiliária Cushman & Wakefield de Portugal.

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos