Tags: Obrigações | Ações |

Primeiro mês de 2016: volatilidade do PSI-20 dispara para os 31,28%


Janeiro foi de pouco descanso para os investidores. Os principais índices bolsistas da Europa, mas não só, entraram em 2016 com volumosas perdas, e o PSI-20 não foi exceção. Os dados da CMVM relativos ao mês de janeiro mostram que o índice encerrou o mês nos 5.065,67 pontos, menos 4,7% do que em dezembro de 2015. Comparativamente com o mesmo mês de 2015, menos 1,5% do que em período de homólogo de 2015.

Volatilidade disparou

No que toca à volatilidade, o mês de janeiro foi agitado. O índice apresentou uma volatilidade de 31,38%, acima dos 18,27% fixados em dezembro, e dos 25,55% de igual período de 2015.

Nas transações no mercado nacional a contado, registou-se um total de 2.369 milhões de euros, o que comprara com dezembro de 2015 em que o valor foi de 1.881,1 milhões de euros. No que toca às transações protagonizadas pelos ETFs na Euronext Lisbon o valor foi de 0,5 milhões de euros, ao passo que as unidades de participação transacionadas chegaram aos 10,5 milhões de euros, no primeiro mês de 2016.

Valor sob gestão dos OICVM e FIA sobe em dezembro

No que diz respeito ao valor sob gestão dos organismos de investimento coletivo em valores mobiliários e fundos de investimento alternativo o aumento foi de 2,1% em dezembro face a novembro, para os 11.962,4 milhões de euros. Nos fundos de investimento imobiliário e fundos especiais de investimento imobiliário o montante sob gestão caiu 1,5% no período considerado para 11.210,7 milhões de euros.

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos