Tags: Emergentes | Latam |

Previsão anual da inflação perto dos 6%


No Brasil, o indicador IPCA situou-se perto de zero durante o mês de julho (chegou os 0,03%), mas segundo as previsões do Bradesco Asset Management, o valor pode aumentar já durante o mês de agosto para 0,3%.

De acordo com a publicação do Bradesco, BRAM Economic Bulletin, esse valor foi baixo devido à deflação em alguns produtos, como é o caso dos alimentos (principalmente de produtos frescos), o vestuário e os transportes públicos (redução de preços). Para a previsão anual, o valor da inflação mantém-se em torno dos 6%.

A inflação nos alimentos vai aumentar

A dinâmica dos preços agrícolas nas vendas em grandes quantidades tendem a indicar que a inflação nos alimentos tenderá a crescer”, esta é uma das conclusões que a Bradesco apresenta no seu boletim económico.

Segundo a publicação “o PPI Agrícola (FGV) ponderado pelo IPCA (IBGE) mostra um aumento de preços no leite, carne e produtos de trigo (todos com peso importante no IPCA). O original PPI Agrícola, ponderado pela FGV, por sua vez, está em território negativo (e deve permanecer assim ao longo de agosto) tendo em vista o comportamento dos preços da soja e milho. Destaque para a taxa de difusão do PPI Agrícola que aumentou de 42% para 46% em julho”.

Já o índice de Commodities - Brasil (IC-BR), calculado pelo Banco Central, aumentou 2,3% em julho, depois de subir 5,3% no mês anterior. Para o Bradesco, este aumento do IC-BR “reflete principalmente a depreciação do real no período e deve se materializar no IPCA nos próximos trimestres - como observado com depreciações anteriores do real. Assim, acreditamos que o ajuste das condições monetárias continuem no ritmo atual, com a taxa selic  a fechar o ano em 10%”.

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

O Mais Lido

Próximos eventos