Tags: Obrigações | Ações |

Prever a tendência do preço das ações e obrigações dá premio Nobel a três economistas


Eugene F. Fama, Lars Peter Hansen e Robert J. Shiller são os três economistas norte-americanos que foram laureados com o prémio Nobel da Economia deste ano, devido à sua “análise empírica do preço dos ativos”.

O prémio é atribuído pela Academia Real das Ciências da Suécia e este ano distingue a possibilidade de prever a tendência alargada do preço das ações e obrigações em períodos mais alargados, como por exemplo, três ou cinco anos. Segundo o comunicado da academia sueca, a descoberta pode parecer “contraditória e surpreendente”.

Eugene Fama é professor na Universidade de Chicago e é considerado o “pai das Finanças modernas”. A análise de Eugene Fama popularizou os produtos financeiros que replicam índices.

Já Robert Shiller  foi distinguido por ter concluído que os preços das ações flutuam de forma mais acentuada do que os dividendos. O também professor “descobriu” que o “dividend yield” tende a cair quando é elevado e a subir quando é reduzido.

O estudo de Lars Peter Hansen recaiu no desenvolvimento de modelos estatísticos que analisam o comportamento dos investidores face à incerteza na variação dos preços dos ativos.

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos