Tags: Obrigações | Ações |

Portugal pode crescer 1% em 2014


O Núcleo de Estudos de Conjuntura sobre a Economia Portuguesa (NECEP) da Universidade Católica publicou a sua Folha Trimestral de Conjuntura onde perspetiva um crescimento do PIB em 1% para este ano, reduzindo as suas previsões anteriores em 0,4 pontos percentuais (p.p.). Já para o próximo ano, o crescimento expectável será de 1,8%, menos 0,2 p.p. do que previsto anteriormente.

"O crescimento económico em 2014 e 2015 continuará muito dependente da conjuntura externa, da política monetária na zona euro e dos desenvolvimentos orçamentais em Portugal", explicam os especialistas da NECEP continuando a sua explicação através dos "maus resultados observados no primeiro trimestre deste ano que revelam uma recuperação mais lenta face à estimada no trimestre anterior".

Portugal cresce no segundo trimestre

Para os meses de abril, maio e junho, os especialistas do NECEP estimam que a economia nacional tenha crescido 0,4% em termos homólogos e 0,2% em cadeia, o que corresponde a “uma ligeira melhoria face ao 1º trimestre do ano”. Ainda assim, os economistas do Núcleo da Universidade Católica afirmam que a “a economia portuguesa não recuperou o suficiente face à queda inesperada observada nesse trimestre”.

Mercado de trabalho surpreende

Sobre o mercado de trabalho, os especialistas da Universidade Católica afirmam que de “forma algo surpreendente, o mercado de trabalho continua a dar sinais de melhoria de magnitude superior ao que seria de esperar, tendo em conta o crescimento ténue do PIB”, dando como exemplo a queda da taxa de desemprego que cai à quatro trimestres consecutivos para os 14%.

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos