Tags: Alternativos |

Popular Arrendamento com valor líquido global de 25 milhões de euros


O Popular Arrendamento – Fundo de investimento imobiliário para arrendamento habitacional (FIIAH), fechado, iniciou actividade a 14 de Novembro ano passado e tinha, no final do penúltimo mês de 2012, um valor líquido global de 24,96 milhões de euros.

De acordo com a ficha do fundo disponível no site da CMVM, o Popular Arrendamento tem em carteira mais de 100 imóveis, em diferentes concelhos como Albufeira, Moimenta da Beira, Lisboa, Porto, Silves, Montijo, entre outros, havendo alguns já arrendados.

De acordo com o regulamento de gestão do fundo, o património deste “será constituído exclusivamente por valores imobiliários localizados em Portugal, sendo que, pelo menos, 75% do seu activo  total é constituído por imóveis destinados a arrendamento para habitação permanente”; um limite no qual se incluem os “imóveis adquiridos ao abrigo de um contrato de crédito à habitação cujos proprietários, uma vez realizada a aquisição pelo fundo, pretendam celebrar um contrato de arrendamento, enquanto inquilinos”, com este, relativamente ao imóvel que alienaram ao mesmo.

Preferencialmente, segundo é definido no regulamento de gestão, este FIIAH dirigirá o investimento para aquisição de imóveis urbanos ou suas fracções autónomas destinados a habitação; para o desenvolvimento de projectos de construção, beneficiação e reabilitação urbana, destinados a arrendamento para habitação permanente; e para a revenda ou arrendamento dos imóveis que façam parte do fundo, com vista a permitir o melhor aproveitamento das condições do mercado de arrendamento.

Além disso, o Popular Arrendamento, de acordo com o referido documento, poderá ainda investir em quaisquer valores previstos na lei, nomeadamente, “direitos de propriedade, de arrendamento e outros direitos reais ou pessoais de gozo, e simples  direitos de exploração, sobre prédios urbanos, e mistos com vocação urbana; participações em sociedade imobiliárias; participações noutros fundos de investimento imobiliário; e aquisição de terrenos urbanos”. 

O FIIAH tem 250 mil unidades de participação, sendo que, no final de Novembro, cada uma tinha um valor de 99,8438 euros, de acordo com a mesma fonte. À data de constituição, o fundo tinha dois participantes, sendo dois investidores qualificados, segundo regulamento de gestão do mesmo.

 

Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos