Tags: Negócio |

Political Intelligence abre sede em Lisboa


Com mais de dez anos de experiência no mercado ibérico, a abertura de escritório em Lisboa, segundo o comunicado oficial, consolida a presença que a Political Intelligence desenvolveu no país nos últimos anos, na assessoria de empresas e associações de diferentes sectores, executando estratégias e campanhas de ‘lobby’.

“A equipa, começou a trabalhar no mercado português antes de abrir este escritório, para hoje poder dar as maiores garantias de qualidade aos clientes. Essa experiência de vários anos no mercado português, e com consultores portugueses, permite ter uma participação activa no desenvolvimento do lobby num país já conhecido”,  explica María Rosa Rotondo, sócia directora da empresa.

Esta sede permite, assim, ampliar a rede da empresa, juntamente com os escritórios de Londres, Bruxelas, Madrid, Edimburgo e Roma, e de acordo com Nicholas Lansman, sócio director do grupo, “consolida a Political Intelligence como um escritórios de ‘public affairs’ com maior presença a nível europeu e permite proporcionar um melhor serviço às empresas com interesses em diferentes países”.

Javier Valiente, outro dos sócios directores da Political Intelligence, considera que “este passo constitui uma oportunidade para as empresas presentes no mercado português que, até este momento, não tinham a possibilidade de contar com um escritório com experiência internacional, para levar a cabo as suas acções de ‘public affairs’”.

“O ‘lobby’ é um assunto profundamente actual e a profissionalização dos ‘public affairs’ em Portugal é apenas uma tendência natural no processo de crescimento do sector a nível europeu”, sublinharam os representantes da Political Intelligence. 

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos