Tags: Obrigações | Ações | EUA |

Pioneer Investments prepara-se para a eventual subida de taxas nos EUA


No seu último “Global Markets Strategy Report” relativo ao mês de Outubro, a Pioneer Investments aponta algumas das questões macro que, no seu entender, estão a marcar a atualidade. Como não podia deixar de ser, o tema “tapering”, nos EUA, é destacado pela entidade. Na opinião da Pioneer, é provável que a Fed “atrase” a redução dos estímulos monetários por mais uns meses, porque “a Reserva Federal vai procurar entender se o impasse nas políticas fiscais e se a pouco credível recuperação do mercado de trabalho não vão trazer riscos para o crescimento da economia”.

 

No que diz respeito ao comportamento dos Bancos Centrais na Europa, para a entidade é provável que mantenham as políticas flexíveis enquanto a economia continue a dar sinais de debilidade. “É pouco provável que os recentes dados que apontam alguma melhoria acelerem a recuperação”, pode ler-se no documento. Também no Japão, a Pioneer aponta a manutenção de políticas flexíveis, enquanto as medidas fiscais continuam “apertadas”.  Em relação à China, a gestora deposita algumas esperanças, e acredita que os esforços feitos pelo país para “acelerar a transição  para um novo modelo de crescimento, são fundamentais para restaurar a confiança no crescimento global dos mercados emergentes”.

 

No entanto, apesar de considerar que a redução dos estímulos monetários ainda vai “demorar”, a gestora antecipa e traça já a sua perspetiva de investimento perante o “início do fim” do quantitative easing e, consequentemente, o eventual aumento das taxas de juro nos EUA:

 

Caso de análise

 

Provável subida das taxas de juro nos EUA

 

 

O tapering do quantitave easing começará quando os “ventos contrários” à mudança tiverem acalmado.

 

Ações

Overweight

·       yields das obrigações vão aumentar moderadamente perante o tapering

·       ações europeias podem fornecer uma oportunidade barata num cenário de recuperação

Obrigações

Underweight

·       pressão sobre as yields de dívida pública

·       investidores de longo prazo com risco de perdas de capital

Principal desafio

Aumento das taxas de juro num cenário de inflação alta

 

·       Subida acentuada das yields das treasuries pode levar a Fed a acelerar o tapering numa tentativa de perseguirem as expectativas em relação à inflação.

 

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos