Tags: Negócio |

Passe a "pente fino" os principais acontecimentos da indústria em 2013


Passados 365 dias do ano de 2013, há com certeza momentos assinaláveis no que diz respeito ao sector financeiro. Novos produtos lançados no mercado, movimentos que “deram que falar”, e ainda novos players que se instalaram, são alguns dos temas que se destacam em 2013 no site da Funds People Portugal. Recordamos-lhe agora, por ordem cronológica, alguns desses acontecimentos que marcaram o ano que termina.

Novos players

Em abril nascia aquele que pretendia ser um grupo de defesa das boutiques: o Group of Boutique Asset Managers (GBAM). Constituído pelas gestoras Banif Gestão de Activos, as espanholas  Bestinver, Mutuactivos, Banca March, a chilena Corpbanca, a mexicana GBM e ainda a italiana Banca Sella. Passados oito meses, em dezembro, mostrámos-lhe também os principais destaques de um encontro do grupo em Portugal. 

Já a venda pelo Estado da seguradora Real Vida à Patris Investimentos foi  destaque no mês de maio. Em julho, outro negócio revelado pela Funds People foi  a venda de 50% do Banco Inversis à Sociedade Comercial Orey Antunes, por um valor aproximado de 15 milhões de euros.  Recorde-se que o negócio da venda do Banco Inversis estava na altura praticamente fechado com o BPA, mas a Banca March guardou o direito de aquisição preferencial  sobre a operação e tornou-se, no final, o comprador.

A 5 de setembro, na rentrée, a Funds People deu-lhe conta da junção de duas consultoras que já tinha ocorrido em julho. A Timeless Capital Advisors e a Absolut Midas tinham estabelecido uma joint venture para o aconselhamento de high net woth individuals e familly offices. No final do mesmo mês era a vez de aparecer um novo player no mercado português: o Credit Suisse “instalava-se” em Portugal para oferecer um serviço global de private banking a high net worth individuals.

No início de novembro era altura de lhe darmos conta da formação do Espírito Santo Wealth Management do Grupo Espírito Santo no Luxemburgo, que se dedica exclusivamente ao acompanhamento de clientes que procurem serviços eficientes de gestão e estruturação dos seus patrimónios financeiros.

Movimentos na indústria

Uma das “mexidas” mais significativas na Indústria aconteceu precisamente na viragem para o ano de 2013. Luís Carvalho, vindo da Caixa Gestão de Activos, passava para a CA Gest, assumindo o cargo de diretor da gestão de activos.

No sequência da saída de Andreea Surdu e Vasco Jesus da BPI Gestão de Activos para novos desafios profissionais, formou-se uma nova equipa de seleção de fundos da gestora, liderada por José Luís Borges. Com este e, conforme apresentámos na fundspeople.pt em novembro, estão Luís Alvarenga nas obrigações e Hugo Soares nas ações.

Em Outubro era a vez da Orey Financial reforçar a sua equipa de Asset Management. Francisco Oliveira, vindo do Barclays Wealth & Investment Management, assumia o comando da equipa de gestão de ativos da entidade. Também no final deste ano, Catarina Castro, vinda do Santander, integrava a equipa da gestão de ativos da Patris Gestão de Activos, enquanto Nuno Antunes passou a fazer parte da equipa de obrigações da BPI Gestão de Activos, vindo da Banif Gestão de Activos.

Neste final de 2013, é de destacar também a saída de Carla Castro Chousal do BPI Gestão de Activos para integrar a Comissão Instaladora do Banco de Fomento.

Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos