Os “reis” dos últimos doze meses


Nos últimos doze meses os mercados financeiros reagiram de maneira diferente a diversas situações, como os problemas na Grécia e na China, além do início do Quantitive Easing na Europa, no início do ano. Isto só para nomear alguns acontecimentos que tiveram impacto nos mercados financeiros. Os dados disponibilizados pela plataforma online da Morningstar, mostram que nesse período a rendibilidade média do mercado nacional é de 3,13%, com um trio de produtos a conseguir ganhos superiores a 20%.

Entre a tríade de produtos que regista rendibilidades acima de 20%, aquele que lidera é o Montepio Euro Telcos. Trata-se de um fundo de ações sectoriais da Montepio Gestão de Activos e nos doze meses anteriores ao final de outubro atinge uma rendibilidade de 22,96%. É o quarto produto mais rentável de 2015 e o seu património ascende a 7 milhões de euros. O produto investe no sector europeu das telecomunicações e tem os maiores investimentos em empresas de referência no Velho Continente, como é o caso da Deutsche Telekom, da Vodafone e da Orange.

Caixagest com presença ‘vincada’

O restante top5 é ocupado por produtos de uma só entidade: a Caixagest. Acima de 20% de rendibilidade no período em análise encontram-se dois produtos de ações que investem longe da Europa: o Caixagest Acções EUA e ainda o Caixagest Acções Japão. O primeiro investe do outro lado do Atlântico Norte e foi o produto mais rentável, em Portugal, no mês de outubro. Nos últimos doze meses a sua rendibilidade foi de 22,07% e o seu património ronda os 90 milhões de euros. Entre os principais investimentos encontramos as gigantes Apple, Exxon Mobil e ainda a Alphabet (ex-Google). Além de mais rentável em outubro e o segundo melhor dos últimos doze meses, o produto também se destaca nos últimos cinco anos, sendo que é também um dos maiores produtos de ações do mercado nacional.

O outro produto prefere o “país do sol nascente” para investir. A rendibilidade nos últimos doze meses é de 21,15% e gere mais de 16 milhões de euros. Nos maiores investimentos encontramos as multinacionais Yamaha e a Sony. O produto tem aproveitado da melhor maneira a evolução do índice nipónico. Dando como exemplo o índice MSCI Japan, em euros, no período em análise cresceu mais de 21%. Este produto também ocupou a liderança entre os melhores fundos a doze meses no ranking semanal da APFIPP durante algumas semanas de 2015.

Os outros dois produtos da Caixagest são o Caixagest Infraestruturas e o Caixagest Ações Líderes Globais. O primeiro tem sido um dos maiores destaques dos últimos meses, tendo liderado as rendibilidades no terceiro trimestre do 2015. Nos últimos doze meses a sua rendibilidade é de 19,23% e os seu património ultrapassa os 100 milhões de euros. Já o segundo é o maior fundo de ações do mercado nacional com mais de 140 milhões de euros em património. A sua rendibilidade no período em análise é de 18,81% e na sua carteira encontramos empresas como a  Alphabet, a Nike, MacDonald’, a Nestle ou a L’Oreal. O produto destaca-se, também pelo facto de registar sempre captações líquidas positivas ao longo de 2015, somando mais de 84 milhões de euros.

Os fundos com mais de 10% de ganhos nos últimos doze meses

Fonte: Morningstar no final de outubro

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos