Os que mais rendibilidade deram nos últimos três anos


A indústria de fundos de pensões em Portugal valorizou mais de 5% anualizados, nos últimos três anos, segundo os dados da APFIPP analisados a 19 de março de 2014. A categoria que mais cresceu, em termos médios, foi a dos Fundos Poupança Acções com 8,87%, com a liderança a pertencer ao ESAF PPA pertencente à ESAF e gerido por Teresa Fernandes com ganhos anuais de 10,45%.

Com uma rendibilidade média anualizada de 4,3% vem a categoria dos Fundos Poupança Reforma. Esta categoria é dividida em vários patamares, consoante a percentagem da carteira que está investida em ações. Aqui, os melhores fundos pertencem à FUTURO. Na categoria A, onde o máximo de investimento em ações é de 5%, o fundo PPR Garantia de Futuro é aquele que maior rendibilidade dá, com 4,97%. Já o fundo PPR 5 Estrelas, com uma rendibilidade anualizada de 5,4% é o melhor fundo da categoria C, que engloba uma percentagem da carteira em ações que pode ir até aos 35%. Já o melhor fundo desta categoria é o Geração Activa com uma rendibilidade de 5,29%.

Em relação aos fundos abertos a rendibilidade de toda a categoria foi de 5,15%, em termos médios. Esta classe é dividida tal como a anterior, consoante a percentagem de ações que compõem a carteira. Na categoria A, a liderança vai para um, com uma rendibilidade anualizada de 8,58%. Na categoria seguinte o melhor fundo é o Optimize Capital Pensões Moderado com 7,27% enquanto na Categoria C o melhor fundo é o Optimize Capital Pensões Equilibrado com ganhos de 8,63%. Na categoria que engloba mais de 35% da carteira investida em ações, a liderança vai para o Horizonte Valorização Mais, gerido pela PensõesGere, com ganhos de 5,6%.

Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos