Os produtos de obrigações que se destacam nos últimos cinco anos


Os últimos cinco anos foram marcados pela crise de dívida pública que assolou a Europa, sobretudo os seus países periféricos. Durante o tempo em que a crise fez parte do dia-a-dia dos mercados financeiros, os fundos de obrigações foram os produtos que melhor resistiram. De acordo com a Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios (APFIPP), nos cinco anos anteriores ao dia 22 de maio, os dez fundos de obrigações com melhor performance apresentam uma rendibilidade média anualizada superior a 5%.

Entre os fundos de obrigações, o NB Obrigações Europa é aquele que apresenta o melhor desempenho. No período analisado regista uma rendibilidade anualizada de 11,51%. Gerido por Vasco Teles da GNB Gestão de Ativos, no final de maio o fundo tinha cerca de 30 milhões de euros em património, com as maiores posições em carteira a serem ocupadas por títulos de dívida soberana de países como França, Holanda, Itália e Portugal. De acordo com a ficha do produto, publicada na página da internet da gestora, referente ao mês de abril, nesse mês o que ajudou o fundo foi a "posição curta em taxas de juro alemãs". Sobre a escolha dos ativos que compõem a carteira do fundo, numa entrevista dada para a Revista Funds People, o gestor afirmou que "na etapa de afinação e decisão imediatamente anterior à execução, são utilizadas ferramentas, internas e externas, de auxilio à definição dos ativos a comprar ou a desinvestir".

Com uma rendibilidade anualizada de 6,19% figura, na segunda posição desta lista, o Montepio Taxa Fixa. Gerido pela Montepio Gestão de Activos, o fundo tinha no final de abril quase 11,5 milhões de euros em ativos sob gestão. Segundo a carteira disponibilizada através da página da internet do Regulador, no final de março, cerca de três quartos estavam investidos em títulos de dívida pública, com a maior parte a pertencer a dívida soberana portuguesa.

O último lugar do top3 é ocupado por outro produto da GNB Gestão de Ativos. Este fundo é gerido por Tânia Pinheiro e denomina-se de NB Renda Mensal. A sua rendibilidade no período em análise foi de 5,12% e tinha, no final de maio, cerca de 15 milhões de euros em património. Os maiores investimentos da carteira são efetuados em títulos de dívida soberana italiana e ainda dívida corporativa de empresas como a Morgan Stanley ou a Tagus. Na ficha mensal do produto, referente ao mês de abril, a gestora antevê que as "as perspetivas para o fundo são positivas, pois mantém-se um ambiente propício à tomada/manutenção do risco". A gestora reforça ainda que o enquandramento atual é "suportado pelos Bancos Centrais, que continuam a providenciar liquidez e suporte aos mercados".

Três produtos "dão o ar da sua graça"

Existem mais três produtos que registam uma rendibilidade anualizada no período em análise superior a 4%. Esses três fundos são geridos por outras tantas casas de investimento: o NB Capitalização da GNB Gestão de Ativos, o BBVA Obrigações da BBVA Asset Management e ainda o CA Rendimento da CA Gest.

O fundo da GNB Gestão de Ativos também é gerido por Tânia Pinheiro e atinge uma rendibilidade anualizada de 4,91%. No final do quarto mês deste ano, o seu património superava os 34 milhões de euros, com as obrigações corporativas a representarem cerca de 80% da carteira.

Já o produto da BBVA Asset Management ofereceu um retorno de 4,18% e acumulava, no final de abril, aproximandamente 8 milhões de euros em ativos sob gestão. A dívida corporate é a principal componente de investimento deste portfólio. Complementar a este produto, o CA Rendimento aposta numa carteira que une a dívida corporativa à divida soberana. Gerido por Fernando Nascimento, o fundo fecha o período analisado com uma rendibilidade de 4,09%. Este fundo da CA Gest foi distinguindo recentemente como Melhor Fundo de Obrigações de Taxa Indexada, nos recém criados prémios Diário Económico/APFIPP. Destaque, ainda, para o facto do fundo ter crescido mais de 350 milhões de euros nos últimos dois anos.

 

Os 10 fundos mais rentáveis nos últimos cinco anos

FundoGestoraCategoria APFIPPRendibilidade 5 anos
NB Obrigações EuropaGNB GAObrigações Euro11,51
Montepio Taxa FixaMontepio GAObrigações Euro6,19
NB Renda MensalGNB GAObrigações Taxa Indexada5,12
NB CapitalizaçãoGNB GAObrigações Taxa Indexada4,91
BBVA ObrigaçõesBBVA AMObrigações Euro4,18
CA RendimentoCA GestObrigações Taxa Indexada4,09
Caixagest Obrigações Longo PrazoCaixagestObrigações Euro3,85
Santander Multi Taxa FixaSantander AMObrigações Euro3,75
Caixagest ObrigaçõesCaixagestObrigações Taxa Indexada3,63
Millennium Rendimento MensalMillennium GAObrigações Euro3,37
Fonte: AFPIPP a 22 de maio.
Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos