Tags: Negócio |

Os novos intermediários financeiros no ano de 2016


No seu último relatório anual, referente a 2016, o Regulador debruça-se, também, sobre a dinâmica da intermediação financeira no mercado português.

Em primeiro lugar, é referenciado o cancelamento das atividades de intermediação financeira do Banco Espírito Santo. No campo dos cancelamentos, o Regulador destaca também o “cancelamento do registo de uma sociedade gestora de sistemas de negociação multilateral (OPEX) e de uma sociedade gestora de patrimónios (Altavisa - Gestão de Patrimónios, SA)”.

No que toca ao registo, o Regulador enfatiza o registo de duas sucursais de instituições de crédito comunitárias: a sucursal em Portugal do Bankinter e a sucursal em Portugal do Banque de Patrimoines Privés. Também no ano de 2016 chegaram ao mercado três sociedades de consultoria para investimento: a Proteste Investe – Consultoria para Investimento, Sociedade Unipessoal, Lda, a ASTEER - Sociedade de Consultoria para Investimento Unipessoal, Lda e, por fim,  a Dolat Capital, Sociedade de Consultoria para Investimento, Lda, reportada pela Funds People Portugal em setembro

 

Captura_de_ecra__2017-07-31__a_s_15

Contas feitas, e tal como ilustrado na tabela acima, no final do ano passado as sociedades de consultoria para investimento somavam uma amostra de 15 exemplares. As sucursais de instituições de crédito, por sua vez, chegavam às 11: dez comunitárias e uma extra comunitárias.

Já o número de empresas de investimento em regime de livre prestação de serviços subiu para 2.739, em resultado da diferença entre o número de sociedades novas (173) e canceladas (66). 

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos