Tags: Alternativos |

Os maiores produtos imobiliários de cada categoria


São 250 os produtos que compõem o panorama nacional dos fundos de investimento, divididos em seis categorias, segundo o relatório mensal da APFIPP. Em termos totais, a indústria dos fundos imobiliários fechou o mês de julho com pouco mais de 12 mil milhões de euros sob gestão, com mais de metade desse valor a pertencer aos fundos fechados, seguido dos fundos abertos de acumulação, com 6,3 e 2,1 mil milhões de euros, respetivamente. Já os fundos abertos de rendimento não ficam muito longe, com mais de 1,8 mil milhões de euros tal como os fundos para o Arrendamento Habitacional com 1,6 mil milhões de euros. Mais afastados destes valores surgem os fundos para a reabilitação e os florestais, ambos a não alcançarem os 60 milhões de euros.

Fundos abertos dominam lista

Apesar da totalidade dos fundos abertos estar abaixo dos fundos fechados em termos de ativos sob gestão, no que toca aos maiores produtos do mercado os líderes são os fundos abertos. O produto com maior volume sob gestão é o Fundimo, gerido pela Fundger, com mais de 714,5 milhões de euros seguido do Gespatrimónio Rendimento com 544,8 milhões de euros, sendo este gerido pela ESAF F.I.. Em ambos os casos, estamos perante fundos abertos de rendimento.

Só na terceira posição surge um fundo imobiliário fechado, gerido pela Gesfimo. O Fimes Oriente fechou o mês de julho com mais de 366,8 milhões de euros em património.

No que toca aos fundos abertos de acumulação o produto com mais ativos sob gestão é o Novimovest da Santander AM e que tinha mais de 334,2 milhões de euros sob gestão.

Categorias mais pequenas

Nas categorias com menor volume sob gestão e menor número de fundos, também há vencedores. O maior produto dos FIIAH é da Montepio Valor e denomina-se de Montepio Arrendamento. Este fundo fechou o período analisado com mais de 247 milhões de euros, salientando que tanto este como os dois fundos que se seguem apresentam valores patrimoniais muito semelhantes.

Em relação aos fundos florestais o maior é o Josiba Florestal da BPI Gestão de Activos com 24 milhões de euros, enquanto o maior de reabilitação faz parte da MNF Gestão de Activos com mais de 14 milhões de euros de património e denomina-se de Príncipe Real F. Reabilitação Urbana.

Os três produtos de cada categoria com maior volume sob gestão

FundoGestoraCategoria Valor sob gestão 
FundimoFundgerAberto de rendimento 714 511 192,00 €
Gespatrimónio rendimentoESAF F.I.Aberto de rendimento 544 817 232,00 €
Fimes OrienteGesfimoFechado 366 899 034,00 €
NovimovestSantander AMAberto de acumulação 334 209 256,00 €
VIPSilvipAberto de rendimento 302 952 967,00 €
ImonegóciosImofundosAberto de acumulação 302 401 765,00 €
FinipredialMontepio ValorAberto de acumulação 292 326 206,00 €
Montepio ArrendamentoMontepio ValorF.I.I. Arrendamento Habitacional 247 754 099,00 €
Montepio Arrendamento IIMontepio ValorF.I.I. Arrendamento Habitacional 247 456 076,00 €
Montepio Arrendamento IIIMontepio ValorF.I.I. Arrendamento Habitacional 247 082 147,00 €
FundesFimogesFechado 206 974 009,00 €
Imosonae DoisSonaegestFechado 201 240 069,00 €
Josiba FlorestalBPI GAFlorestal 24 625 359,00 €
Primeiro Fundo Floresta AtlânticaFloresta AtlânticaFlorestal 22 710 523,00 €
Príncipe Real Reabilitação UrbanaMNF Gestão de ActivosReabilitação 14 698 390,00 €
Corpus ChristiGesfimoReabilitação 11 802 514,00 €
Belas Artes Reabilitação UrbanaNorfinReabilitação 9 450 977,00 €
Iberian Forest FundFloresta AtlânticaFlorestal 5 784 404,00 €
Fonte: APFIPP a 31 de julho.
Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

O Mais Lido

Próximos eventos