Tags: Emergentes | Latam |

Os maiores patrimónios da indústria no Brasil


O património líquido, no Brasil, ascendia a 2305 mil milhões de reais, no final de julho. Desse valor, 2033 mil milhões pertencem aos fundos de investimento, segundo os dados publicados pela ANBIMA.

A BB Gestão de Recursos - Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários (BB DTVM) é a gestora que maior património tem sob gestão no final do mês de julho, segundo a ANBIMA, com 462 mil milhões de reais, sendo que 442 mil milhões dizem respeito a fundos de investimento. Os restantes 20 milhões fazem parte dos fundos estruturados/off-shore.

Em segundo lugar aparece o ITAU Unibanco com 330 mil milhões de reais em fundos de investimento, de um total patrimonial de 366 mil milhões. A fechar o pódio vem o Bradesco, com 284 mil milhões em fundos de investimento, sendo que a sua carteira líquida atingiu o valor de 290 mil milhões.

Quem captou mais em julho

No mês de julho, a sociedade que captou mais investimento foi o Bradesco, que viu os seus fundos de investimento aumentarem 7,8 mil milhões de reais. O Itau Unibanco ficou em segundo lugar no ranking, com 4,3 mil milhões de reais de captação líquida. Já o Banco J Safra fecha o TOP 3 com 1,8 mil milhões de reais.

BB DTVM é o campeão da captação líquida desde janeiro

Desde do início do ano, é o BB DTVM o grande vencedor das captações líquidas em fundos de investimento, com 16,8 mil milhões de reais. De realçar que o saldo entre subscrições e resgates dos fundos estruturados/off-shore no BB DTVM desde do início do ano é nulo.

Em segundo lugar aparece a Caixa com 10 mil milhões de reais de captação líquida desde do início do ano. Em terceiro lugar vem o Itau Unibanco com 7 mil milhões de reais, no entanto, grande parte da sua captação líquida total vem de dos fundos estruturados/off-shore.

A gestora preferida a 12 meses

Já nos últimos doze meses, a grande vencedora das captações líquidas em fundos de investimento é a Caixa, com 22 mil milhões de reais. Logo depois vem o Itau Unibanco com 12, 3 mil milhões e a fechar a terceira posição aparece o Credit Suisse com 8,6 mil milhões de reais de captação líquida em fundos de investimento.

Outras notícias relacionadas


Anterior 1 3
Anterior 1 3

O Mais Lido

Próximos eventos