Os maiores fundos imobiliários em novembro


De acordo com a APFIPP, existem seis forma de classificar os fundos de investimento imobiliário: Fundo Aberto Rendimento, Fundo Aberto Acumulação, Fundo Fechado, FIIAH, Fundo Florestal e Fundo Reabilitação. No total, os 255 fundos de investimento imobiliários presentes na Associação gerem mais de 12 mil milhões de euros, sendo que apenas três apresentam valores negativos.

O primeiro lugar pertence ao fundo Fundimo, fundo aberto rendimento gerido pela Fundger, com mais de 800 milhões de euros sob gestão. O fundo apresenta uma rendibilidade anualizada de 3,14% nos últimos dez anos.

Já o maior fundo classificado como aberto de acumulação é o CA Imobiliário FEIIA , gerido pela Square Asset Management, que tem um total na carteira de 476 milhões de euros. O

O maior fundo fechado é o Fimes Oriente, gerido pela Gesfimo, e que tem sob gestão mais de 360 milhões de euros. Já na categoria Fundo de Investimento Imobiliário de Arrendamento Habitacional o produto que apresenta o maior valor é o Montepio Arrendamento III com quase 250 milhões de euros.

Nas classificações menos conhecidas, destaque para o Fundo Florestal e para o Fundo Reabilitação. No primeiro o grande vencedor é o Josiba Florestal, gerido pela BPI Gestão de Activos e que tem mais de 24 milhões de euros. Já o maior fundo de reabilitação é o Corpus Christi, gerido pela Gesfimo, com quase 12 milhões de euros.

Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1 3
Anterior 1 3

O Mais Lido

Próximos eventos