Tags: Obrigações |

Os fundos fixed income que sobressaíram no mês passado


Depois de termos visto quais foram os fundos nacionais que mais se destacaram no mês passado - com destaque para os fundos de ações - é hora de vermos o que se passou entre os fundos classificados pela Morningstar como Fixed Income. De todos os produtos que a empresa de análise engloba nesta classe de ativos, o produto que mais destacou no mês mais pequeno do ano foi o Dunas Banco BIC Tesouraria B, ou seja, o produto gerido pela Dunas Capital que é denominado em dólares. No período em questão atingiu uma rendibilidade de 1,84%, com Pedro Alves e Pedro Fernandes a serem os responsáveis pelo produto.

Logo depois vem o Optimize Europa Obrigações que é da responsabilidade da Optimize Investment Partners. No mês de fevereiro o produto registou uma rendibilidade de 1,36%. O seu gestor é Diogo Teixeira e o produto geria, no final do mês passado, cerca de 12 milhões de euros. Em termos de maiores investimentos em carteira, podemos encontrar títulos de dívida pública nacional e polaca.

O NB Obrigações Europa fecha o top 3 dos produtos mais rentáveis, nesta classe de obrigações, no decorrer do segundo mês do ano. Nesse período, este produto da GNB Gestão de Ativos, gerido por Vasco Teles, registou uma valorização de 1,28%. Na factsheet do produto, referente a fevereiro, o gestor referia que foi a "Grécia" e ainda o "risco de taxa de juro" que ajudou o fundo no mês passado. Do lado oposto, a "exposição à inflação" prejudicou o comportamento do produto. O fundo fechou o mês passado com mais de 35 milhões de euros em património.

Acima de 1% de ganhos ainda encontramos um outro produto. Trata-se do Caixagest Obrigações Longo Prazo, gerido pela Caixagest, que registou ganhos de 1,05% no mês passado. Trata-se de um fundo aberto de obrigações de taxa fixa euro, com a dívida espanhola em destaque, representando cerca de um quarto da carteira.

Os dez fundos fixed income mais rentáveis de fevereiro

Captura_de_ecra__2017-03-7__a_s_12

Fonte: Morningstar no final de fevereiro. Fundos cujo Global Broad Category Group é Fixed Income.

Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos