Os fundos em destaque nos últimos doze meses


Os últimos doze meses podem ser considerados “horribilis” para os mercados financeiros. Por exemplo, nos dozes meses que terminaram em fevereiro, o PSI-20 caiu mais de 16%. O mesmo tem acontecido com os fundos de investimento mobiliários nacionais. Os dados da Morningstar, disponibilizados através da sua plataforma online, mostram que nos últimos doze meses a rendibilidade média do mercado nacional foi de -8,35%.

Apesar do resultado global negativo, existem mais de 20 produtos que conseguiram ter ganhos positivos no período em questão. Tal como na maior parte dos meses do ano passado, o liderança é ocupada por dois produtos da Caixagest que são Fundos Especiais de Investimento: o Caixagest Infraestruturas e ainda o Caixagest Private Equity.

O primeiro investe em empresas ligadas ao sector das infraestruturas com a sua rendibilidade no período em análise a ser de 17,17%. Entre as maiores posições encontramos a Arcus European Infrastructure, numa carteira que somava mais de 106 milhões de euros em património no final de janeiro. Já o segundo investe no sector de Capital de Risco na Península Ibérica e registou ganhos de 13,61% nos dozes meses anteriores ao final de fevereiro. Com mais de 137 milhões de euros em ativos sob gestão, o maior investimento vai para um fundo da casa – o Caixagest Liquidez – seguido da Apax Europe Vii e da Magnum Capital.

Com 6,5% de ganhos vem, logo de seguida, o fundo Caixagest Imobiliário Internacional. Também sob responsabilidade da Caixagest, o fundo regista um volume sob gestão que supera os 273 milhões de euros, com os dois maiores investimentos a recaírem em dois produtos da casa: o Caixagest Fundo Monetário e ainda o Caixagest Liquidez. De notar que estes dois produtos eram os maiores do mercado nacional do final do primeiro mês de 2016.

Outros destaques

Além dos três produtos já mencionados, existem mais dois que se destacam no período. Com uma rendibilidade de 2,78% vem o BPI Metais Preciosos – um fundo fechado - que é da responsabilidade da BPI Gestão de Activos. Foi o produto mais rentável de fevereiro e tinha, no final de janeiro, cerca de 3 milhões de euros em ativos sob gestão.  O outro produto em destaque é da Santander Asset Management e denomina-se de Santander Carteira Alternativa. No período em questão a sua rendibilidade atingiu mais de 2,31%, com o património a ascender a 1,7 milhões de euros.

Os fundos em destaque

FundoGestoraRendibilidade 12 meses (%)
Caixagest InfraestruturasCaixagest17,17
Caixagest Private EquityCaixagest13,61
Caixagest Imobiliário InternacionalCaixagest6,50
BPI Metais PreciososBPI Gestão de Activos2,78
Santander Carteira AlternativaSantander Asset Management2,31
Caixagest Rendimento NacionalCaixagest1,54
Caixagest Rendimento OrienteCaixagest1,18
Caixagest Obrigações LPCaixagest0,85
Montepio ObrigaçõesMontepio Gestão de Activos0,51
CA MonetárioCrédito Agrícola Gest0,46

Fonte: Morningstar no final de fevereiro

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos