Tags: Ações |

Os fundos de ações com melhor sharpe ratio nos últimos três anos


Na lista dos vários feitos conseguidos por William F. Sharpe está, tal como o seu próprio nome indica, o epíteto que cedeu ao rácio com o mesmo nome: o sharpe ratio. O prémio nobel da economia laureado em 1990 trouxe assim ao mundo da análise financeira a possibilidade de se perceber qual o retorno ajustado ao risco de uma carteira, sendo possível medir qual a rendibilidade que o gestor foi capaz de gerar sobre o ativo sem risco (risk free) por cada unidade de risco assumida. Resumindo, quanto melhor o valor do Sharpe ratio, mais atrativo é o retorno ajustado ao risco.

Precisamente com o objetivo de perceber quais os fundos de ações mais eficientes do mercado nacional, comparámos os sharpe ratios destes produtos nos últimos três anos, com base em dados da Morningstar calculados à data de 13 de setembro.

O Caixagest Acções EUA, a cargo da Caixagest, apresenta-se com o rácio sharpe mais elevado a 3 anos neste segmento de fundos: 0,52. Um valor que não é de estranhar, já que é resultante de uma rendibilidade anualizada de 12,25% nos últimos três anos.

O segundo melhor sharpe é conseguido por dois fundos: Optimize Europa Valor, a cargo da Optimize Investment Partners, e o O Popular Acções, gerido pela Popular Gestão de Activos. Ambos apresentam um rácio sharpe de 0,49.

O Santander Acções América é o terceiro fundo com melhor rácio sharpe a 3 anos, de 0,46, justificado por ter uma rentabilidade superior aos anteriores, mas também uma volatilidade superior no período analisado. 

 

Fundos de ações com rácio sharpe mais elevado

Fundo  Gestora Retorno anualizado 3 anos (%) EUR Desvio padrão a 3 anos (%) EUR Rácio Sharpe 3 anos EUR

Caixagest Acções EUA  

Caixagest 12,25 16,32 0,52
Optimize Europa Valor  Optimize IP  4,94 9,45 0,49
Popular Acções  Popular Gestão de Activos  6,17 12,74 0,49
Santander Acções América  Santander Asset Management 10,65 15,01 0,46
Caixagest Acções Japão Caixagest 9,69 16,87 0,46
BPI Europa BPI Gestão de Activos  4,99 12,85 0,42
Montepio Acções Europa  Montepio Gestão de Activos  5,61 16,07 0,42

BPI América D 

BPI Gestão de Activos 8,49 14,86 0,39
Santander Acções Europa  Santander Asset Management 4,69 15,54 0,38

IMGA Ações América

IMGA 7,97 12,68 0,32
Fonte: Morningstar Direct, 13 de setembro 

Analisando também este rácio numa perspetiva mais global, verifica-se que a categoria de fundos US equity Large Cap Growth é a que consegue uma média de sharpe ratio mais elevada no período dos últimos três anos - 0,59 – provavelmente impulsionada pela boa performance deste mercado no último ano. No espectro oposto, figuram os fundos da categoria de ações africanas, com um sharpe ratio médio negativo de -0,58.

sharpe

 

Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos