Tags: Negócio |

Os fundos de ações com maior montante subscrito em novembro


O mês passado foi o melhor no que toca a captações líquidas no mercado nacional em 2015. Os dados publicados pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP – mostram que o saldo entre subscrições e resgates foi positivo, na ordem dos 305 milhões de euros.

Nos fundos de ações a situação é contrária. Dados da Associação relativamente ao segmento dos fundos de ações - dividido em cinco categorias: ações nacionais; ações UE, Suíça e Noruega; ações América do Norte; ações sectoriais; e outras ações internacionais - mostram um valor negativo de captações líquidas em novembro, mais propriamente -4,4 milhões de euros. Ainda assim, houve saldo positivo numa sub-categoria: a dos fundos de ações internacionais com mais de 5,8 milhões de euros.

Nesta categoria podemos encontrar o fundo que melhor comportamento registou nesta rubrica: Caixagest Ações Líderes Globais da responsabilidade da Caixagest. Pela décima-primeira vez no ano, este produto lidera as captações líquidas entre os fundos de ações. No mês de novembro o valor atingiu mais de 5,3 milhões de euros, elevando os valores de 2015 para mais de 93 milhões de euros. No final de novembro o património do fundo ascendia a 169 milhões de euros e nos maiores investimentos em carteira encontramos os gigantes mundiais Alphabet, Microsoft, Nike, McDonald’s ou a Intel Corp.

Fundos da Caixagest em destaque

Além da liderança, a Caixagest ocupa os restantes dois lugares entre os três produtos de ações que mais dinheiro receberam no último mês: o Caixagest Acções Japão e ainda o Caixagest Acções Europa. O primeiro conseguiu ter mais de um milhão de euros em captações líquidas enquanto o segundo se fixou em 940 mil euros.

O Caixagest Acções Japão é um dos fundo que se tem evidenciado ao longo da últimas semanas. Foi o fundo mais rentável do ‘outono’ com mais de 10% de rendibilidade e lidera o ranking semanal dos melhores fundos nos últimos doze meses da APFIPP. No final de novembro geria mais de 20 milhões de euros com as maiores posições em carteira a irem para a parte financeira da Mitsubishi, para além da Sony e da Yamaha.

Relativamente ao Caixagest Acções Europa, no final do mês passado o seu património ascendia a 45 milhões de euros. Nos maiores investimentos em carteira encontramos um futuro sobre o Euro Stoxx 50, além das cotadas Daimler, Anheuser-Busch ou ainda a Total ou a Bayer.

Os fundos de ações com captações líquidas positivas em novembro

FundoGestoraCategoria APFIPPNovembro
Caixagest Ações Líderes GlobaisCaixagestAções: Outros fundos internacionais5 300 400 €
Caixagest Acções JapãoCaixagestAções: Outros fundos internacionais1 227 600 €
Caixagest Acções EuropaCaixagestAções UE, Suíça e Noruega940 200 €
Santander Acções EuropaSantander Asset ManagementAções UE, Suíça e Noruega700 800 €
Popular AcçõesPopular Gestão de ActivosAções UE, Suíça e Noruega309 400 €
CA Acções EuropaCA GestAções UE, Suíça e Noruega235 700 €
Montepio Euro UtilitiesMontepio Gestão de ActivosAções Sectoriais40 300 €
AR Médias Empresas PortugalInvest Gestão de ActivosAções nacionais6 900 €
NB Ações AméricaGNB Gestão de AtivosAções América do Norte4 100 €
Montepio Euro TelcosMontepio Gestão de ActivosAções Sectoriais1 500 €
Fonte: APFIPP no final de novembro
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos