Tags: Negócio |

Os fundos com mais captações líquidas no primeiro mês de 2017


Dos cerca de 170 fundos que compõem o mercado nacional, oito fundos ultrapassaram a meta dos 10 milhões de euros de captações líquidas em janeiro. É uma das conclusões do mais recente relatório da APFIPP –Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios. De acordo com a informação agora revelada, “observou-se um volume de subscrições de 975 milhões de euros, enquanto que o valor dos resgates foi de 914,1 milhões de euros”, o que se traduz num saldo positivo de entradas na ordem dos 19,1 milhões de euros.

A nota informativa da APFIPP alerta ainda que, ao nível dos ativos geridos, o valor ascendeu a 11.097,5 milhões de euros, “uma estabilização relativamente ao mês anterior”.

Oito fundos ultrapassaram a barreira dos 10 milhões de euros

O Caixagest Liquidez lidera confortavelmente a tabela com 349 milhões de euros de entradas líquidas. O produto da Caixagest está longe dos 137 milhões do BPI Liquidez, da BPI Gestão de Activos, o segundo fundo com mais captações líquidas no mês de janeiro. Em terceiro lugar surge o BPI Monetário Curto Prazo – FIA, da BPI Gestão de Activos, com cerca de 28 milhões de euros de subscrições registadas.

Entre os produtos com captações líquidas superiores a 10 milhões de euros estão ainda o Caixagest Ações Líderes Globais, com cerca de 19 milhões de euros, seguido do Santander MultiTesouraria, da Santander Asset Management, com próximo de 16 milhões de euros em captações líquidas, e do Caixagest Seleção Global Moderado, um produto da Caixagest. Estes três fundos têm em comum ainda o facto de serem considerados Blockbuster para a Funds People.

A fechar a lista dos fundos que tiveram um excedente entre subscrições e resgates acima deste valor estão o Caixagest Seleção Global Defensivo, da Caixagest, e o CA Rendimento, da Crédito Agrícola Gest

Fundos com captações líquidas acima de 10 milhões de euros

captacoesfundos

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos