Tags: Alternativos |

Os 11 maiores fundos do mercado imobiliário nacional


São sinais de ligeira melhoria para o mercado de fundos de investimento imobiliário. “O valor líquido global destes Fundos ascendeu a 9.133.9 milhões de euros, mais 0,3% do que no mês anterior”, pode ler-se na nota informativa da APFIPP relativa ao mês de janeiro.

A Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Património revela ainda que o número de fundos imobiliários no mercado manteve-se inalterado: 201 produtos, já que, no mês em questão, não foi lançado ou liquidado qualquer fundo. Porém, por comparação com o mês homólogo do ano anterior, verifica-se que há menos 12 fundos em atividade.

11 fundos ultrapassaram a barreira dos 200 milhões de euros

O maior fundo de investimento imobiliário (FII) é também o produto mais antigo gerido em território nacional. Trata-se do Fundimo, gerido pela Fundger, do grupo Caixa Geral de Depósitos, o único fundo com mais de 500 milhões de euros em carteira – mais precisamente 563.941.310 €.

No segundo e terceiro lugares estão dois fundos abertos de acumulação, o CA Património Crescente, da Square Asset Management, com um valor em carteira de 393 milhões de euros e o NovImovest, sob a alçada da Santander Asset Management, com 331 milhões de euros. A fechar o top 5 dos maiores FII estão, com mais de 250 milhões de euros sob gestão, os fundos Imofomento, da BPI Gestão de Activos, e Vip, da sociedade gestora SILVIP. O primeiro gere um montante na ordem dos 297 milhões de euros e o segundo cerca de 294 milhões.

O gráfico abaixo contempla todos os fundos cujo valor das carteiras ascende a mais de 200 milhões de euros. 

11fundos

Fonte: AFPIPP (dados relativos a janeiro de 2017)

Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

O Mais Lido

Próximos eventos