Tags: Gestores |

Os 10 melhores gestores de fundos dos últimos 3 anos


A publicação financeira Citywire voltou a fazer o seu famoso ranking dos melhores gestores de fundos em vários campos. Depois de modificar os seus critérios na edição de setembro de qualificações e simplificar o sistema de nota AAA, AA e A, compilamos uma lista dos 11 gestores que obtiveram melhores resultados nos últimos três anos.

O critério seguido para atribuir as pontuações foram como se segue: para cada AAA que o gestor tenha conseguido em cada mês é atribuído 6 prontos, o AA 5 pontos e o A 4 pontos.

O primeiro lugar é uma surpresa, porque é ocupado pelo gestor de ações Luigi Degrada, da Banca Fideruam (uma filial de private banking do Intesa Sanpaolo). Com 214 pontos, Degrada teve um rating AAA durante 34 dos últimos 36 meses e de AA nos outros dois meses. O italiano gere cinco fundos que investem na bolsa italiana: Fideruam Fund Equity Italy, o Fonditalia Equity Italy, o Fideruam Italia, o Interfund Equity Italy e o Ailis Equity Italy Fund.  

Com apenas um ponto de diferença (213 pontos) podemos encontrar Alastair Hibbert, gestor da BlackRock que é especializado em ações europeias excepto Reino Unido. Hibbert é responsável pelo BlackRock European Dynamic A Acc e o BGF Continental European Flexible A2 EUR. Graças ao seu estilo de gestão recebeu o rating AAA em 34 meses, AA num mês e A no outro mês.

O terceiro posto vai para Julie Dean do Cazenove Capital Management, entidade que foi adquirida pela Schroders à seis meses. A publicação premiou em 33 vezes com a classificação AAA e AA nas outras três vezes a gestão dos fundos Cazenove UK Opportunities, o Cazenove UK Equity B GBP e o Cazenove UK Absolute Target. Estes fundos refletem as ações brit|anicas e os UCITS alternativos long/short, que são as especialidades do gestor.

Dean não é o único gestor da Cazenove presente. Na quarta posição com trinta AAA e seis AA aparece Paul Marriage, o responsável pelos UCITS alternativos long/short e small caps do Reino Unido. Este gestor tem a seu cargo os fundos Cazenove UK Smaller Companies e o Cazenove Absolute UK Dynamic P2 Euro Hedged Acc. 

O quinto lugar vai para Roger Morley do MFS. Ele acumulou durante 26 meses notas AAA e AA nos outros dez meses. Morley gere ações europeias e globais nos fundos MFS Meridian Funds Global Equity I1 USD, MFS Meridian Funds European Core Equity A1 EUR e MFS Meridian Funds Global Concentrated A1 USD. 

Olgerd Eichier, gestor de ações europeias, representa a MainFirst na sexta posição ao somar 27 meses AA, 5 mses AA e 4 meses A. Encarrega-se dos fundos MainFirst - Top European Ideas A e MainFirst - Germany Fund C.
O sétimo lugar pertence a Richard SEnnitt, gestor da Schroders. A sua especialidade são as pequenas e médias capitalizações desde uma perspetiva global e ações Ásia-Pacífico (excluindo Japão). Sennitt obteve 26 ratings AAA, 7 AA e 3 A. Gere os fundos Schroder Asian Income, el Schroder ISF Global Smaller Companies e o Schroder Asian Income Maximiser. 

O oitavo posto vai para o gestor de açõesFabio diGiasante que trabalha com a Pioneer Investments. Na sua votaçãoo o gestor teve 24 meses AAA, 11 AA e apenas uma vez A. Gere os fundos Pioneer Funds Euroland Equity EUR e o Pioneer Funds Absolute Return Europe Equity EUR.
A nona posição vai para a equipa Vanguard/Granahan IM formada por Gary C Hatton, Jane M White, John J Granahan e Robert F Granahan que teve AAA durante 22 meses, 12 AA e 2 A. Estes especialistas operam com pequenas e médias capitalizações nos EUA e gerem o Vanguard US Discoveries Inv USD.

Já o décimo posto é ocupado por Richard Huges da M&G Investments. Huges teve 22 vezes AAA, 11 vezes AA e 3 vezes A. Gere o fundo M&G Extra Income.

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos