Tags: Negócio |

Ordens recebidas pelas gestoras de ativos superam os 14,2 mil milhões de euros em 2015


130,5 mil milhões de euros. Foi este o valor total das ordens recebidas sobre instrumentos financeiros pelos intermediários financeiros registados na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) ao longo de todo o ano passado. Face ao ano de 2014, este montante é menor em cerca de 37,7%, já que em 2014 o valor total superou os 209 mil milhões de euros.

Se analisarmos rubrica a rubrica, verificamos que esta mesma tendência de queda foi sentida em praticamente todos os segmentos. No caso das gestoras de ativos, no ano de 2015 as ordens recebidas ascenderam a 14,2 mil milhões de euros – se juntarmos as residentes e as não residentes. Este valor foi menor ao registado em 2014 em mais de 45%, já que nesse mesmo ano as ordens recebidas somaram, nestas entidades, 26,3 mil milhões de euros.

De todos os segmentos, apenas numa rubrica houve crescimento nas ordens recebidas em 2015, face ao anterior. Trata-se do segmento de “seguros” nos investidores residentes que viu o valor das ordens recebidas crescer 1% para 26,401 mil milhões de euros.

Dezembro marcado a vermelho

O mês de dezembro também não foi dos melhores no que toca às ordens recebidas pelos intermediários financeiros. Em termos totais, o montante atingiu mais de 7,6 mil milhões de euros, o que face ao mês anterior representa um decréscimo de 21,5%. Já nas gestoras de ativos o “caminho” foi o mesmo. Nas residentes o decréscimo, face ao mês anterior, foi de 23% para 760 milhões de euros, enquanto que nas não residentes o valor decaiu 52% para 78 milhões de euros.

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

O Mais Lido

Próximos eventos