Ordens recebidas pelas gestoras de ativos nacionais superaram os mil milhões em novembro


No final do mês passado, o montante das ordens sobre instrumentos financeiros recebidas pelos intermediários financeiros registados na CMVM totalizou mais de 13,3 mil milhões de euros, o que representa um aumento de 7,4% face ao final do mês anterior. Desde do início do ano o montante total aproximou-se dos 200 mil milhões de euros.

Em novembro, as ordens recebidas pelas gestoras de ativos nacionais atingiram os 1.148 milhões de euros, mais 18% do que o valor atingido em outubro. Já as ordens recebidas pelas gestoras de ativos não residentes tiveram uma redução, no mês, de 57% para os 194 milhões de euros.

Crescimento em 2014

Nos primeiros onze meses do ano o valor das ordens recebidas pelos intermediários financeiros já atingiu 197 mil milhões de euros, um crescimento de 11,2% face ao mesmo período do ano passado. Desse valor, cerca de 13% pertence às gestoras de ativos. As nacionais através de mais de 22 milhões de euros enquanto as não residentes fixam-se em quase 3,5 mil milhões de euros. Em termos percentuais, o maior destaque vai mesmo para as gestoras de ativos não residentes, através do aumento em 127% face ao período homólogo.

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos