Tags: Negócio |

Ordens na gestão de ativos em rota ascendente este ano


Nos primeiros dois meses de 2014 as gestoras de ativos receberam ordens de mais de 5 mil milhões de euros, sendo que a grande maioria veio de investidores residentes, segundo os dados da CMVM. Este tipo de investidores deu ordens nas gestoras de ativos de 4.934 milhões de euros, mais 42% do que nos primeiros dois meses de 2013. Já os investidores não residentes deram ordens de 475 milhões de euros, tendo havido um acréscimo de 29% face ao mesmo período do ano passado.

Ações: os ativos preferidos de investimento

Dentro dos valores mobiliários, as ações foram as preferidas nas ordens recebidas na gestão de ativos. Este valor mobiliário, em 2014, já teve ordens de investidores residentes no valor de 1.952 milhões de euros, enquanto os títulos de dívida pública fecharam os dois meses com 1,732 milhões de euros.

Fevereiro inverteu

Apesar do acumulado haver um crescimento assinalável nas ordens recebidas nas gestoras de ativos, fevereiro foi um mês onde houve algumas variações. O títulos que mais ordens tiveram foram a dívida pública, com 739 milhões de euros enquanto as ações não passaram dos 726 milhões de euros, isto no caso dos residentes. No que diz respeito aos investidores não residentes, as ações  totalizaram  174 milhões de euros.

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos