Tags: Alternativos |

Operações de M&A em janeiro: ‘soma’ de cerca de 372 milhões de euros


O primeiro mês do ano não foi o mais dinâmico no que diz respeito à área de private equity no mercado nacional. Segundo as informações recentemente divulgadas pela Transactional Track Record (TTR), em janeiro não foram registadas transações envolvendo empresas de Private Equity, enquanto na área de venture capital existiram 4 operações. Segundo os dados da TTR, esses quatro investimentos incidiram nos subsectores Internet, Tecnologia, Distribuição e Retalho, Marketing e Publicidade, e Turismo, Hotelaria e Restaurantes.

O grande destaque do mês aconteceu ao nível das fusões e aquisições. A entidade refere que em janeiro o mercado transaccional português registou 26 transações que movimentaram aproximadamente 372 milhões de euros, entre anunciadas e concluídas. No relatório ibérico da TTR, nas transações destacadas do mês falam por exemplo da venda dos ativos detidos pela Gas Energía Distribución Murcia ao Grupo Redexis Gas, por 186 milhões de euros, ou a venda da “Livros do Brasil” à Porto Editora por 500 mil euros.

Valor supera janeiro de 2014

Segundo a TTR, o valor transacionado em janeiro no âmbito do M&A, supera os números registados no mesmo mês do ano passado, período em que se efeturaram 22 transações no valor de 259,1 milhões de euros. No entanto comparativamente com 2013, o valor transacionado foi inferior ao alcançado no primeiro mês desse ano.

Empresas espanholas: as mais ativas

Relativamente às aquisições realizadas por empresas estrangeiras em Portugal, a TTR salienta que as empresas de nacionalidade espanhola foram as mais ativas do mês, efetuando 5 transações que se incluem nos seguintes segmentos: automóvel, imobiliário, indústria alimentar, certificação, e tecnologia. Em segundo lugar aparecem a França e os Estados Unidos, cada um com uma aquisição cada um.

Na sua habitual secção dedicada à “Transação do mês”, a TTR elege neste âmbito a aquisição realizada pelo OTP Bank de 100% do capital social do Banco Millennium da Roménia, pertencente ao Millennium BCP. A transação somou os 39 milhões de euros e a operação foi assessorada juridicamente pela Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados.

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos