Tags: Negócio |

O problema nipónico e a penalização da libra


Com feriados em algumas praças financeiras, a actividade do mercado ficou um pouco mais limitada e com uma clara ausência de dados que provoquem instabilidade.

​Com notícias vindas do Japão a indicarem algum conforto pela cotação do USD/JPY perto dos 115, o Nikkei mantem-se pressionado à alta​ com o mercado, batendo níveis 2007, animado pela hipótese de Abe convocar eleições antecipadas o que  que levaria a que a subida no IVA sofresse um adiamento. Recorde-se que o parlamento japonês aprovou em 2012 a subida do IVA em duas tranches (2014 e 2015) de modo a suportar a segurança social de um país cada vez mais envelhecido. A subida verificada de 5% para 8% penalizou fortemente o consumo com naturais consequências na economia do país, por isso a possibilidade de a próxima subida (para 10%) ser adiada permite ao mercado alguma folga e alguma confiança traduzida num Nikkei em alta.

No mercado cambial o enfoque vai para a recente descida da Libra Esterlina, que depois de o PBI de 2015 ser revisto em baixa para o Reino Unido assim como as expectativas em relação a uma descida da taxa de inflação, foi penalizada fortemente quer face ao Dólar quer ao Euro. É natural que a pressão sobre a lIbra seja mais relevante face ao Dólar já que em relação ao Euro, já que a pressão vendedora de Euros face a todas as divisas irá provocar uma estabilização e talvez até uma descida.

Destaque ainda para o preço do petróleo desceu para níveis de 2009 ao ser cotado abaixo dos 80 dólares por barril.

(Imagem: hitthatswitch, Flickr, Creative Commons)

O Mais Lido

Próximos eventos