O panorama dos fundos multi-ativos agressivos


Os fundos multi-ativos são produtos que investem em mais do que uma classe de ativos, sendo que englobam os anteriormente designados “fundos mistos” e ainda os “fundos de fundos”. Este conjunto de produtos pode ser classificado em três ramos, consoante o seu estilo de investimento: se o fundo investe de uma forma mais conservadora, então esse produto está classificado como “fundo multi-ativo defensivo” por parte da Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios (APFIPP); se o produto é mais moderado em relação ao risco assumido, então fará parte dos “fundos multi-ativos equilibrados”; por último, se for mais “amante” do risco, então o fundo será classificado como “fundo multi-ativo agressivo”.

Nesta última categoria entram quatro produtos de três entidades diferentes: a Millennium Gestão de Activos, a Montepio Gestão de Activos e ainda a Popular Gestão de Activos.

Nos doze meses anteriores ao final do mês passado, a rendibilidade média dos quatro produtos era de 13,94%. Do quarteto, os dois fundos mais rentáveis estão sob responsabilidade da Montepio Gestão de Activos. O primeiro, e líder, é o Multi Gestão Mercados Emergentes com ganhos de 19,04%. Já o Montepio Multi Gestão Dinâmica vem logo depois com uma valorização de 13,38% no período em análise.

O terceiro produto mais rentável no período é o Millennium Prestige Valorização com ganhos de 13,1% enquanto na cauda da tabela figura o Popular Global 75 com 10,24% de rendibilidade.

Em termos de ativos sob gestão, os quatros produtos somavam cerca de 100 milhões de euros no final do mês de abril, com o maior fundo a ser o Millennium Prestige Valorização com mais de 50 milhões de euros em património.

Categoria engloba apenas Fundos de fundos

Apesar dos “fundos multi-ativos” poderem englobar os fundos mistos e os fundos de fundos, a categoria é atualmente representada apenas por “fundos de fundos”.

Os quatro produtos investem noutros fundos de investimento, nomeadamente em fundos de casas internacionais, embora não descurem o investimento em produtos domésticos. Analisando as dez maiores posições de cada produto no final do mês de abril, apenas o fundo Montepio Multi Gestão Dinâmica tem em carteira produtos da própria casa, no caso o Montepio Capital e ainda o Montepio Acções Internacionais.

Nos restantes produtos, os maiores investimentos em carteira são realizados em produtos sediados fora de Portugal. Existem ainda alguns fundos de casas internacionais que se repetem nestes produtos, como é o caso do Fideliy America A da Fidelity Worldwide Investment ou ainda o Schroder ISF Emerging Markets da Schroders.

Rendibilidade dos fundos multi-ativos agressivos

para aumentar

Fonte: APFIPP no final de maio
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos