O desce...e desce dos Bancos Centrais


2013 foi um ano de descida das taxas de juro pelo Banco Central Europeu.  De entre os principais banco centrais do mundo, o europeu foi o único onde aconteceu o movimento descendente que culminou nos 0,25% no dia 7 de novembro.

Tudo começou em maio com Mario Draghi a tentar reanimar a economia ao descer a taxa de juro de 0,75% para 0,5%. Este valor foi, ao segundo dia do mês, o mais baixo de sempre desde da criação da Zona Euro. Esta foi a medida tomada pela BCE para estimular a economia europeia que se encontrava numa recessão profunda. Tal como em todas as descidas das taxas de juro, esta beneficiou bancos e privados: os bancos conseguem financiar-se a um custo mais reduzido; já as famílias e as empresas são beneficiadas pelo impacto que esta descida tem nas taxas Euribor.

Volvidos seis meses, a instituição liderada por Mario Draghi voltou a descer a taxa de juro, desta feita para os 0,25%, o valor mais baixo de sempre. A descida ocorreu a 7 de novembro e ocorreu contra todas as expectativas.  O principal motivo da descida advém do valor da inflação, que está nos 0,7% ou seja, muito longe da meta dos 2%. “Deveremos assistir um longo período de baixa inflação", afirmou Mario Draghi na conferência de imprensa sobre esta descida do BCE. De realçar ainda que Mario Draghi referiu que poderá “baixar mais as taxas de juro e aplicar outros instrumentos”.

As últimas dez mudanças da taxa de juro por parte do BCE

Estabilidade no mundo

Nos outros principais Bancos Centrais, a estabilidade foi a palavra de ordem em 2013. Apesar de todas as mudanças no política de compra de ativos por parte da FED, a taxa de juro mantém-se estável desde final de 2008, quando a FED estabeleceu que a taxa de juro seria de 0,25%. Já o Bank of England mantém a sua taxa de juro em 0,5% desde março de 2009, depois de uma dezena de mudanças em pouco mais de 18 meses (passou de 5,75% para 0,5% em menos de 2 anos).

No Japão a última mudança aconteceu em 2010, tendo o Bank Of Japan fixando a taxa de juro em 0,1%. Já a China mudou a taxa de juro pela última vez em julho de 2010 quando fixou o valor nos 6%.

As últimas dez mudanças da taxa de juro por parte dos principais Bancos Centrais

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

Próximos eventos