Novo ano, nova liderança


Ano novo, vida nova! Este provérbio português muito utilizado no início de cada ano também se pode aplicar aos mercados financeiros. O ranking semanal elaborado pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP – mostra quais os melhores produtos do mercado nacional nos últimos doze meses, com exceção dos fundos poupança ações e dos fundos poupança reforma, por terem um regime fiscal distinto dos outros fundos mobiliários nacionais. No final do ano passado o líder era o Caixagest Acções Japão que é da responsabilidade da Caixagest e que registou ganhos superiores a 21,9% em 2015.

Com a viragem para 2016, a primeira semana trouxe novidades na liderança desta lista. Nas primeiras quatro posições encontramos fundos que investem em ações portuguesas. A liderança vai para o Banif Acções Portugal que nos doze meses anteriores ao dia 8 de janeiro regista ganhos de 17% com um património de 4,04 milhões de euros no final de dezembro. Miguel Moedas é o responsável por este produto da Banif Gestão de Activos e entre as maiores cotadas em carteira encontramos a Altri, a Sonae SGPS e o BCP.

Com 16,6% vem o IMGA Ações Portugal que é gerido por Nuno Marques da IM Gestão de Ativos. De acordo com a Morningstar, no final do ano passado o seu património ascendia a 32,39 milhões de euros com os maiores investimentos em cotadas nacionais a recaírem na Sonae SGPS, na Portucel e ainda na Galp Energia.

Os restantes dois produtos encontram-se na casa dos 15% de rendibilidade no prazo em questão. Com ganhos de 15,4% vem o Caixagest Acções Portugal que é da responsabilidade da Caixagest, enquanto que com uma valorização de 15,1% surge o BPI Portugal da BPI Gestão de Activos.

Europa bem representada

Dos dez produtos, nove investem no Velho Continente, com a exceção a ir para o melhor produto do ano passado: o Caixagest Acções Japão. Entre os restantes produtos, destaque para dois produtos que investem em determinados sectores na Europa: o Montepio Euro Telcos e o Montepio Euro Utilities, ambos geridos pela Montepio Gestão de Activos. O primeiro investe no sector das telecomunicações e regista uma rendibilidade de 11,7%; já o segundo investe no sector da utilities e consegue ganhos de 7,7%.

Com investimento focado no mercado português encontramos mais dois produtos: o NB Portugal Ações da GNB Gestão de Ativos e ainda o Santander Acções Portugal da Santander Asset Management. Com um investimento um pouco mais alargado que estes dois fundos – investe na Peninsula Ibérica – surge o BPI Ibéria da BPI Gestão de Activos.

Os dez mais rentáveis dos últimos doze meses

Fonte: APFIPP no dia 8 de janeiro
Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos