Natixis Global AM potencia o seu serviço de análise a banca privada e a investidores institucionais


Aquele que era um dos objectivos manifestados publicamente pela Natixis Global AM já foi posto em prática. A entidade reforçou a equipa do Grupo de Investigação e Consulta de Carteiras (Portfolio Research e Consulting Group), através do qual a entidade procura ajudar os seus clientes a construir carteiras duradouras proporcionando-lhes de maneira gratuita informação detalhada sobre como estão configuradas as suas carteiras em termos de correlações, volatilidade ou diversificação. As incorporações na equipa do Grupo de investigação e consulta de carteiras foram quatro: Julien Dauchez (consultor), Xavier Lassau e Narimane Agha (que foram contratados como analistas juniores) e Graham Brewster, anteriormente na equipa de Boston, e que agora dá o salto para Londres, onde reportará a James Beaumont, responsável do departamento.

Com estes profissionais, as equipas tanto de Boston como de Londres passam a ser formadas por um total de 30 profissionais cujo objectivo é indicar ao cliente que os solicite, onde estão as ineficiências e dar-lhes uma resposta sobre a classe de ativos que deveriam incluir para que tenham uma otimização segundo o binómio rentabilidade/risco. O grupo de investigação e consulta de carteiras é agnóstico quanto ao produto, independentemente do centro de vendas e completamente confidencial. A transmissão da informação faz-se a partir do centro de Londres diretamente com o cliente. O cliente- geralmente bancas privadas e fundos de pensões - envia a petição ao centro de Londres e eles posteriormente enviam um relatório exaustivo de 30 a 40 páginas, acerca dos riscos a que estão expostos. 

O nível de precisão na análise é o que, segundo Sophie del Campo,diretora geral da Natixis Global AM para Ibéria e América Latina, acrescenta valor ao cliente. "O grupo faz o estudo que os investidores pedem. Analisam o comportamento de um fundo face a determinados índices, relativamente a uma determinada categoria, e inclusive em relação a outros fundos de investimento.. O nível de detalhe é muito grande e o grau de concretização com o qual se realiza o estudo dota o cliente de uma grande informação. O facto de se poder separar muito bem o comportamento de um fundo,  permite ao cliente saber  qual é a correlação que existe entre esse produto e os diferentes segmentos de mercado. Desta forma, podemos ajudar o nosso cliente a construir carteiras mais eficientes", assegura a profissional.

 

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos