Morningstar mudou o rating qualitativo de dez produtos


O segundo e o terceiro mês de 2014 trouxeram mudanças no “Morningstar Analyst Rating” de uma dezena de fundos estrangeiros disponíveis no nosso país.

Em fevereiro foram três os fundos que passaram a estar “under review”, e um que conseguiu avançar na sua análise atribuída pela Morningstar. Este “upgrade” foi protagonizada pelo Schroder ISF Asian Opp A Acc, da Schroders, que como confirma Javier Sáenz de Cenzano, diretor de análise da Morningstar Iberia & Itália, “subiu um passo nas avaliações positivas”, de “bronze” para “prata”.

Com uma análise anterior de ”bronze”, e passando a estar “under review” estiveram os fundos Jupiter JGF New Europe L €, o Boston Company US Opportunities GBP e o PIMCO GIS EqS Pathfinder Euro E EURAcc. Segundo o diretor de análise da Morningstar, o fundo da Júpiter passou a estar sob análise, por causa de “mexidas” na equipa de gestão. “Elena Shaftan anunciou que se irá reformar, e os responsáveis pelo fundo passarão a ser o já co-gestor Colin Croft, em conjunto com Kathryn Langridge”, diz. Situação idêntica aconteceu também com o fundo da Pimco. “Chuck Lahr deixou a empresa, e agora é Anne Gudefin (na equipa de gestão do produto desde o seu lançamento) que irá gerir o fundo sozinha”, indica Javier Sáenz de Cenzano.

Novos medalhistas

Em março, há que registar dois produtos que passaram a ser medalhistas da Morningstar. O Threadneedle UK Gr&Inc Ret, liderado por Richard Colwell desde Março de 2010, e o Mirabaud Equities Spain, gerido por Antonio Hormigos e por Gemma Hurtado. Ambos os fundos viram ser-lhes atribuído o “analyst rating” de “bronze”. 

Os dois únicos “upgrades” do terceiro mês do ano foram conquistados pelo UBAM Swiss Equity A, que passou de ”neutral” a “bronze”, e pelo Schroder ISF China Opportunities A Acc, da Schroders, que avançou um patamar de qualificação, de “bronze” para “prata”. 

Os dois “downgrades” de março foram protagonizados pelo Schroder ISF US Smaller Comp A Inc e pelo Schroder ISF US Sm & MdCp Eq A, que desceram ambos do analyst rating de “ouro” para “prata”.

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos