Tags: Obrigações | Ações |

Montepio Gestão de Activos ganha em setembro


De acordo com o dados Morningstar, em setembro o Montepio Gestão de Activos foi a gestora, com mais de dez fundos sob gestão, que teve a maior rendibilidade média com 2,49%. No campeonato dos mais pequenos (menos de dez fundos sob gestão), ganha a Fundbox com o seu único fundo a atingir uma rendibilidade de 0,28%. Já a rendibilidade média do mercado, em setembro, foi de 1,39% com a Morningstar a analisar 242 fundos de investimento geridos por entidades com sede em Portugal.

Os melhores do mês

Para que o Montepio Gestão de Activos esteja na liderança, em setembro, em muito contribuíram os fundos de ações Euro Telcos e Multi Gestão Mercados Emergentes e ainda o fundo de obrigações Mercados Emergentes. O fundo de ações Euro Telcos fechou o mês com uma rendibilidade de 7,6% e investe no sector das telecomunucações e tem como maiores posições na carteira a inglesa Vodafone, a alemã Deutsche Telekon e ainda a espanhola Telefonica. Também o P/E e o Dividend-Yield Factor são sugestivos, com os valores a atingirem 11,27x e 4,97%, respetivamente.

Já o fundo de fundo Montepio Multi Gestão Mercados Emergentes investe essencialmente em fundos de investimento internacionais que apostam nos mercados emergentes como é o caso do Fidelity Emerging Markets, BGF Emerging Markets e Schroder ISF EMkt que dominam as três maiores posições da carteira.

No terceiro lugar aparece o fundo de obrigações Mercados Emergentes com uma rendibilidade em setembro de 5,24%.

Nas gestoras com menos de 10 fundos sob gestão, a vencedora é a Invest Gestão de Activos, que com dois fundos teve uma rendibilidade média de 3,03%

Montepio também lidera a um ano

Também a um ano, o Montepio Gestão de Activos ganha nas entidades com mais de 10 fundos sob gestão, segundo a Morningstar, com um rendibilidade média de 8,48% nos seus 21 fundos. Desses 21, apenas 2 apresentam rendibilidades negativas no período e 8 com ganhos acima de 10%. A cimentar a liderança, aparecem três fundos de ações com mais de 20% de ganhos: O Euro Financial Services (24,88%), o Capital (22,59%) e ainda o Ações (20,21% ).

O primeiro, que investe no sector financeiro tem um P/E de 10,61x e um Dividend-Yield de 2,64% e tem como principais posições o banco inglês HSBC, o holandês ING e ainda o francês BNP Paribas. Este fundo fechou o mês com mais de 4,6 milhões de euros sob gestão.

Já nas gestoras com menos de dez fundos sob gestão, a vencedora a um ano é a Optimize Investment Partners que com 5 fundos conseguiu uma rendibilidade média de 12,10%. Este valor é sustentado pelo fundo de ações Europa Valor (18,15% de rendibilidades) e pelos fundos de alocação Cap Ref PPR Ações e Investimento Activo, com 11,12% e 17,63% de rendibilidade, respetivamente.

ESAF ganha a dez anos

Os 115 fundos de investimento analisados pela Morningstar a dez anos, apresentam uma rendibilidade média de 2,17% Nas gestoras com mais de dez fundos sob gestão, é a ESAF que detém a melhor média com os seus 10 fundos a atingirem 3,70%.  Os fundos Mercados Emergentes e Obrigações Europa, com rendibilidades anualizadas acima de 6%, ajudam a gestora a ganhar o título da última década.

A Invest Gestão de Activos, com os seus dois fundos, consegue arrecadar o primeiro lugar, com uma rendibilidade média de 3,59%.

 

NOTA: Os dados reportam à Morningstar a 30 de Setembro de 2013 e apenas mostram os dados disponíveis, sendo que nem todos os fundos apresentam os dados completos.

Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1 3
Anterior 1 3

O Mais Lido

Próximos eventos