Tags: Consultoria |

Montepio Gestão de Activos foi a gestora de patrimónios que mais cresceu em julho


Ainda que em termos globais o montante sob gestão das gestoras de patrimónios tenha diminuído de junho para julho, há algumas nuances a assinalar no que respeita à performance das entidades que se dedicam a este negócio.

Nos dados que a APFIPP dá a conhecer no seu último relatório referente ao mês de julho - e onde está refletida precisamente a queda dos 56.970 milhões de euros sob gestão em junho, para os 56.767 milhões de julhodenota-se o crescimento no valor administrado por algumas Sociedades Gestoras de Património (S.G.P.). 

Top três do crescimento 

O maior crescimento em termos percentuais foi protagonizado pela Montepio Gestão de Activos, que, fugindo ao “efeito julho” do mercado nacional, viu o seu património crescer 5,21%, dos 1.279 milhões de euros em junho, para os 1.346 milhões de euros, no final do sétimo mês do ano.

Seguiu-se a Dunas Capital. O valor gerido pela entidade nesta área de negócio ultrapassou a fasquia dos 24,12 milhões de euros, o que se traduziu num crescimento mensal de 3,89%.

A fechar o “top 3” de crescimento de património sob gestão, está a MNF Gestão de Activos, cujo montante sob gestão avançou 3,78%. Neste caso o montante avançou dos 19,04 milhões de euros, para os 19,76 milhões no final do sétimo mês do ano.

Por outro lado...

No entanto, também do lado das perdas de montantes sob gestão, a APFIPP aponta alguns casos. De um mês para o outro, a Orey Financial, neste segmento, foi a entidade cujo património mais decresceu em termos percentuais, com uma queda de 8,67%, para os 32,28 milhões de euros. Também a ESAF – Espírito Santo G.P. viu o seu montante sob gestão reduzir-se 4,13% para os 8.540 milhões de euros sob gestão.

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos