Montantes geridos nos fundos de ações aumentam pela quinta vez consecutiva


Os fundos de investimento mobiliário têm visto os seus montantes a decrescer desde agosto, atingindo os 12,5 mil milhões de euros, segundo os dados publicados pela APFIPP.

Apesar do decréscimo em termos totais, os fundos de ações, os de obrigações e ainda os de tesouraria e fundos do mercado monetário viram o seu montante crescer nos últimos meses.

Os fundos de ações fecharam o mês de novembro no valor mais alto dos últimos doze meses atingindo 1038 milhões de euros. Este valor surge depois de cinco subidas consecutivas e da recuperação, também, nas subscrições líquidas.

Tesouraria e mercado monetário sempre a crescer

A tendência dos fundos de tesouraria e do mercado monetário tem sido crescente, desde de Novembro de 2012. Há um ano o montante gerido por esta categoria era de 1133 milhões tendo atingindo um ano depois 2304 milhões de euros. Este valor é atingindo sem haver qualquer mexida no número de fundos disponíveis no mercado e com as subscrições líquidas a serem positivas em 10 dos últimos 12 meses.

Estabilidade nas Obrigações

Os fundos de obrigações são os que apresentam a maior estabilidade nos últimos doze meses. No final do ano passado o montante gerido pelos 30 fundos disponíveis no mercado doméstico atingia os 1363 milhões de euros. Já no final de novembro o valor era de 1546 milhões. Já as subscrições líquidas têm sido positivas.

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

Próximos eventos