Montante consolidado emitido em cotas de FII atingiu 11,01 mil milhões de reais


A Uqbar lançou o seu anuário sobre o tema “Securitização e Financiamento Imobiliário” que conta já com a sua sétima edição. Uma das temáticas analisadas no extenso relatório mostrou a evolução das cotas dos Fundos de Investimento Imobiliário (FII) que fecharam o ano com um montante consolidado de 11,01 mil milhões de reais, com 6,5 mil milhões a representarem o conjunto dos fundos que estão disponíveis na BM&FBOVESPA.

Património líquido a subir

O património líquido da indústria de fundos  imobiliários teve, em 2013, um comportamento ascendente. No final do ano passado, existiam mais 37 produtos, totalizando 223 fundos que tinham em património líquido 53,67 mil milhões de reais, bem acima dos 41 mil milhões com que fechou 2012.

Os 223 fundos imobiliários são distribuídos em quatro categorias, com os que investem em imóveis a serem 187 e os de renda fixa 23. As categorias de renda variável e de multiclasse são as menos representativas no mercado.

Em termos da composição da capitalização de mercado dos fundos imobiliários, os imóveis representam 88,6%, os de renda fixa 8.9% e os de renda variável 2,6%.

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos