“Moderação à defesa” é o mote a 6 meses nos Fundos Multi-ativos defensivos


Em março de 2014 a Santander Asset Management trouxe para Portugal a sua gama de fundos perfilados, que ‘servem’ os clientes dos segmentos affluent e private banking da instituição. Num balanço recente desta ‘estadia’ em Portugal, a entidade relatava em comunicado, que os fundos atingiam em abril, conjuntamente, um património de 12.338 milhões de euros.

Na categoria APFIPP de fundos multi-ativos defensivos encontramos quatro produtos que compõem a gama acima referida, e a seis meses são mesmo dois os fundos em destaque em termos de rendibilidade. O Santander Private Moderado e o Santander Select Moderado conseguem alcançar, segundo os dados APFIPP de 30 de junho, 3,62% e 3,28% de ganhos, respetivamente. Juntos os fundos gerem mais de 200 milhões de euros e ambos partilham nas suas carteiras a presença dos seguintes fundos: o Henderson Horizon Euro Corp Bond A2 Acc e o BGF European A2 EUR.

Embora não seja um fundo de fundos, como os anteriores, o Caixagest Seleção Global, da Caixagest, (anteriormente denominado de Caixagest Estratégia Dinâmica) também reserva uma parte da sua carteira – 2/3 -  para o investimento em unidades de participação de outros fundos. Este produto desde o início do ano até final de junho quase toca nos 3% de retorno, apresentando ganhos de 2,63%. O produto com enfoque em “instrumentos do mercado monetário”, tem em carteira, segundo a página online da Morningstar, uma maior predominância de ativos da Zona Euro (75,5%), sendo as cinco maiores posições ocupadas por fundos de investimento como o Caixagest Obrigações ou o HSBC GIF Euro Credit Bond IC.

Ainda acima de 1% de retorno a seis meses importa referir mais 3 fundos. O Banco BIC Investimento, a cargo da Dunas Capital, foi lançado em 2013, e no final de junho apresentava 9,3 milhões de euros de ativos  sob gestão. A ‘radiografia’ dos últimos seis meses feita pela APFIPP aponta um retorno de 1,81% no período. A página da Morningstar demonstra que são as obrigações quem ‘impera’ dentro do portfólio do fundo, onde ocupam aproximadamente 64% do investimento.

Os outros dois fundos - de duas casas distintas - que no último meio ano atingem ganhos acima de 1% são o Popular Global 25 e o Montepio Multi Gestão Prudente. O Fundo da Popular Gestão de Activos alcança 1,38% de rentabilidade e é também ele um fundo de fundos. Geograficamente a carteira do produto está equilibrada entre o investimento em Estados Unidos e na Zona Euro. No caso do fundo da Montepio Gestão de Activos, o investimento é também ele em fundos de investimento de cariz ‘prudente’. O produto, a seis meses, apresenta 1,21% de ganhos e nas cinco maiores posições do produto estão as seguintes estratégias: Montepio Taxa Fixa FIMAO TF, Montepio Tesouraria FIMA, o Schroder ISF Euro Govt Bd A Acc, Fidelity Euro Bond A-EUR e o BNY Mellon Global Bond C EUR.

Fundos Multi-ativos defensivos a seis meses

Fundos Multi-ativos Defensivos Gestora Rentabilidade 6 meses (%)
Santander Private Moderado   Santander Asset Management  3,62
  Santander Select Moderado   Santander Asset Management  3,28
 Caixagest Seleção Global   Caixagest  2,63
 Banco BIC Investimento   Dunas Capital   1,81
Popular Global 25   Popular Gestão de Activos  1,38
 Montepio Multi Gestão Prudente   Montepio Gestão de Activos  1,21
Millennium Prestige Conservador  Millennium Gestão de Activos  0,77
 Caixagest Estratégia Equilibrada   Caixagest  0,31
 Santander Private Defensivo   Santander Asset Management  0,17
  Santander Select Defensivo   Santander Asset Management  -0,08
 Santander Multiactivos 0-30   Santander Asset Management  n.a
Fonte: APFIPP, 30 de junho 
Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos