Tags: Negócio | Movimentos |

Michael Dobson passa o testemunho da liderança da Schroders


Depois de mais de 14 anos como CEO da Schroders, chegou o momento de Michael Dobson passar o testemunho. O eleito para o substituir no cargo no próximo dia 4 de abril é Peter Harrison, que se juntou à empresa em 2013 vindo da RWC Partners – onde assumia as funções de presidente e CEO – exercendo atualmente o cargo de diretor e investimentos.

Harrison, que começou a sua carreira como analista de ações na Schroders em 1988, acumula uma grande experiência no sector depois de ter passado por entidades como a Newton Investment Management, JP Morgan Asset Management ou Deutsche Asset Management, tendo sido nomeado membro do conselho de administração da gestora inglesa em maio de 2014.

Sob a tutela de Dobson a Schroders passou por um crescimento significativo que os levou a triplicar o património gerido e a registar um nível record de lucros, que superam os 600 milhões de libras.

Assim que a transição esteja completa, Dobson assumirá o cargo de presidente não executivo, substituindo Andrew Beeson, que exerceu esse cargo durante os últimos quatro anos. Beeson enviou hoje uma carta aos acionistas da Schroders para lhes explicar os detalhes desta renovação.            

Outras mudanças

A Schroders também já tornou público que até agora o responsável de distribuição mundial, Massimo Tosato, abandonará a entidade no dia 31 de dezembro deste ano.

Ashley Almanza deixará o seu cargo como Administrador não executivo da gestora e presidente do comité da auditoria e riscos, depois da Assembleia Geral de Acionistas do próximo dia 28 de abril. Rhian Davis, que se juntou ao conselho de administração da Schroders em julho de 2015, assumirá a presidência do comité de auditoria e riscos a partir dessa data. 

Upload
Empresas

Próximos eventos