Tags: Negócio |

Mestrado em Finanças da NOVA SBE: o melhor do mundo em experiência internacional


Na última atualização do ranking elaborado pelo jornal inglês Financial Times (FT), o mestrado em Finanças da Nova School of Business and Economics (Nova SBE) foi reconhecido como número um em experiência internacional na seleção feita pelo FT.

Segundo o comunicado da Nova,  a publicação britânica valorizou “a multiculturalidade proporcionada pela escola, no que diz respeito a alunos e professores, bem como a formação proporcionada pela Nova SBE em diferentes países, em colaboração com as escolas parceiras, e o contacto dos alunos com profissionais/empresas de diferentes geografias”.  Recorde-se que em 2012, o mestrado em Finanças da Nova SBE já tinha sido classificado pelo FT como o mais internacional do mundo.

Mantém-se nos 20 melhores do mundo

No que diz respeito à classificação global, o mestrado em Finanças da Nova SBE posicionou-se pelo segundo ano consecutivo como um dos 20 melhores do mundo. A publicação atribuiu-lhe o 19º lugar no ranking geral, enquanto que à escala europeia ocupa o 16º posto,  ficando à frente de escolas europeias como a a Cass School da City University (Reino Unido), a escola de gestão da Universidade Erasmus em Roterdão (Holanda) e a HEC Lausanne (Suíça), entre outras.

Daniel Traça, diretor da Nova SBE, realça que este ano praticamente duplicaram "o número de candidaturas ao mestrado em Finanças de estudantes internacionais e em 50 por cento o número total de candidaturas. Queremos continuar a crescer em qualidade e poder receber o melhor talento mundial no nosso novo Campus, a inaugurar em Carcavelos”.

Sobre a classificação do mestrado como número um em experiência internacional, o profissional salienta que são “cada vez mais procurados por empresas multinacionais que vêm fazer o seu recrutamento na Nova SBE de alunos portugueses e estrangeiros”. No rol de empregadores fala de “algumas das melhores instituições do mundo na área de Finanças como bancos centrais, HSBC, JP Morgan, Goldman Sachs,  Nomura, Deutsche Bank ou consultoras de topo”.

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos