Tags: Obrigações | Ações |

Mercado nacional com balanço positivo: fundos aumentaram mais de 3% em 2015


2015 foi um ano positivo para os fundos de investimento mobiliários em Portugal, no que toca aos ativos sob gestão. Os dados da Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP – mostram que entre o final de 2014 e o final de 2015 o património sob gestão dos fundos mobiliários nacionais cresceu 3,08%, para mais de 11.937 milhões de euros, sendo o maior valor atingido durante o segundo semestre do ano. Em termos monetários o aumento foi superior a 350 milhões de euros. Realça-se ainda o facto dos ativos sob gestão poderem oscilar devido a dois motivos: a valorização dos ativos e ainda as captações líquidas no período. Relativamente à segunda 'hipótese', os últimos dados conhecidos da Associação mostram que no final de novembro as captações líquidas em 2015 somavam um saldo negativo de 19 milhões de euros.

Um ano...três partes

Fazendo o balanço do ano passado, 2015 pode ser repartido em três partes. Numa primeira fase, que corresponde aos primeiros quatro meses do ano, os ativos sob gestão aumentaram em Portugal mais de 575 milhões de euros, o que em termos monetários corresponde a um incremento de praticamente 5%.

Já os meses de verão castigaram os valores geridos pelas entidades nacionais. Os dados da APFIPP apontam para uma queda de 8,85% entre abril e setembro, o que em termos monetários representou um decréscimo superior a mil milhões de euros.

O último trimestre do ano trouxe, novamente, os valores dos ativos sob gestão em Portugal para patamares mais altos. Entre o final de setembro e o último dia do ano passado, o património sob gestão das entidades nacionais aumentou mais de 850 milhões de euros, o que em termos percentuais representa um acréscimo de 7,72%.

Ativos sob gestão em 2015

Fonte: APFIPP

Fecho de ano modesto

Apesar do montante sob gestão ter aumentado mais de 3% em 2015, se olharmos para os anos decorridos da década de 2010, o valor atingido está dentro da média do final de cada ano. O valor mais alto da década foi atingido logo no primeiro ano, com o património sob gestão no final de dezembro de 2010 a totalizar  mais de 14.237 milhões de euros. Já o valor mais baixo foi atingido logo no ano seguinte, com 10.835 milhões de euros.

Ativos sob gestão no final de cada ano

Fonte: APFIPP

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos