Mercado Monetário na linha da frente


Os dados do último “Risk Outlook”, a publicação da CMVM sobre o risco, são claros: Os fundos do mercado monetário estar a regressar aos organismos de investimento colectivo.

Os fundos imobiliários continuam a liderar no investimento coletivo, com mais de 12 mil milhões de euros, mantendo o valor praticamente estável desde 2009. Já os UCITS viram baixar o seu valor, praticamente para metade, desde 2009, atingindo cerca de 6 mil milhões de euros no final do primeiro semestre deste ano. Também os fundos especiais de investimento se situam perto dos UCITS, deixando para trás os investimento em private equity que diminuíram  vigorosamente nos últimos anos.

“A atividade de gestão de investimentos em Portugal continuou a diminuir durante 2012, uma tendência que se inverteu nos primeiros seis meses de 2013 em comparação com o ano anterior”, como se pode ler no relatório.

Ativos sob gestão sobem

Segundo a mesma publicação, os “ativos sob gestão aumentaram em 3,6%, no final do primeiro semestre, face ao primeiro semestre de 2012”.

Apesar deste aumento, verificou-se uma diminuição do investimento coletivo em cerca de 4,5%, enquanto que a gestão individual cresceu 9,5%, face ao primeiro semestre do ano passado.

“Dentro do investimento coletivo, a queda é devida à evolução dos negócios dos ativos securitizados, que tendiam a ser veículos de títulos de privilégios em vez de fundos de investimentos. Uma das exceções acontece com os Fundos Especiais de Investimento (FEI)”, como vem descrito no relatório.

Aposta no mercado monetário

Uma outra exceção, e esta com mais peso, é a maior aposta nos fundos do mercado monetário, o que não acontecia à quatro anos. De acordo com os dados publicados no relatório, os fundos do mercado monetário voltaram a liderar, ultrapassando no ranking os fundos de obrigações. Ainda assim, a liderança não atinge os valores de 2009 (o mercado monetário atingiu os 4 mil milhões de euros), já que no primeiro semestre de 2013 o valor fixou-se nos 2 mil milhões de euros, o que representa um aumento em mais do dobro, face ao mesmo período do ano passado.
 

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

O Mais Lido

Próximos eventos