Mercado de fusões e aquisições nacional: início de 2017 em queda


O primeiro relatório da TTR (Transactional Track Record) de 2017 revela que no primeiro mês do ano o mercado de fusões e aquisições registou 21 transações, representando uma redução de 12,5% relativamente ao mesmo período de 2016. O volume total do mês de janeiro foi de 713 milhões de euros, que diz respeito a valores divulgados por apenas 11 transações. O valor registado este ano representa um decréscimo de 2% comparativamente com o valor registado em janeiro de 2016.

O subsetor onde se registou maior atividade foi o da Tecnologia, destronando o setor Imobiliário que tinha vindo a ocupar uma posição de destaque nos últimos dois anos, tendo sido realizadas cinco transações, mais 67% que no mesmo período de 2016. Os dados revelados pela plataforma indicam que as empresas portuguesas de tecnologia têm vindo a atrair atenções no panorama internacional, uma vez que foram registadas oito transações cross-border inbound.

O relatório revela ainda valores relativos ao panorama português de áreas como o private equity, onde foi registado um aumento de 200% relativamente ao ano passado, e venture capital. A primeira área registou duas transações no mês de janeiro, com soma total de 591 milhões de euros, o que representa um aumento de 196%.

Por fim, registaram-se três operações de venture capital, todas no subsetor da tecnologia, cujas transações representam um total de 20 milhões de euros, 164% a mais que o ano passado, conclui o relatório.

Transação do mês

A transação destacada pela TTR recai sobre a aquisição por parte da empresa britânica Bridgepoint na Sapec Agro, que atua no setor químico. Segundo o relatório, a empresa sediada em Londres investiu um total de 456 milhões no mercado luso. Este valor representa a aquisição de 100% do capital social da Sapec Agro e da empresa espanhola Tradecorp, empresas que representam os ativos de agronegócios da Sapec Group.

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

O Mais Lido

Próximos eventos